Hospitais da Zona Sul atingem mais de 80% de ocupação dos leitos com pacientes de Covid-19

0
205

Para suprir a demanda, a Prefeitura vai alugar leitos de UTI em sete hospitais privados, sendo dois deles na Zona Sul: Santa Casa de Santo Amaro e Unisa. Cada leito vai custar R$ 2.100 por dia


Segundo a Prefeitura, por causa do Covid-19, dois hospitais municipais da Zona Sul atingiram mais de 80% de ocupação dos leitos: Jabaquara e Parelheiros.

A situação é pior em outras regiões da cidade; como na Bela Vista, Itaquera, Vila Maria e Pirituba; onde metade dos hospitais municipais já estão com mais de 95% dos leitos ocupados. Na Grande São Paulo, a taxa de ocupação está em torno de 89%.

Em 23 de abril, o Hospital Municipal de Parelheiros, no extremo Sul da cidade, já tinha atingido um nível crítico, com 100% de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI). E até o dia 15 do mês passado, o Hospital Pedreira, também na Zona Sul, tinha 71% dos leitos de enfermaria ocupados e 87% dos leitos de UTI cheios.

Segundo o secretário municipal de saúde, Edson Aparecido, todos os distritos da capital paulista já registraram mortes. “Isso nos leva a crer que estamos num momento de ascendência da doença, tanto do ponto de vista de disseminação, como do ponto de vista dos óbitos”, disse.

Para suprir a demanda, a Prefeitura vai alugar leitos de UTI em sete hospitais privados da cidade: Hospital do Rim, Hospital Santa Cruz, Santa Marcelina, Cruz Vermelha, Beneficência Portuguesa, Santa Casa de Santo Amaro e Unisa, esses dois últimos localizados na Zona Sul.

“Esses hospitais atenderam ao chamamento da Prefeitura de São Paulo e assinaram um protocolo para disponibilizar leitos de UTI da rede privada para a rede pública, com um valor referência de R$ 2.100 por dia para cada leito disponibilizado para o nosso sistema de regulação”, explicou o prefeito Bruno Covas.

Nesta quinta-feira (7), o Estado de São Paulo registrou 3.206 mortes confirmadas pelo novo coronavírus e 2.075 novos casos, o que representa quase 7% do número de casos no Brasil, que são 125 mil.  No total, o Estado de SP tem 39.928 casos de pacientes com coronavírus.

Dos pacientes internados que aguardam resultados dos testes, são 8.601. Desses, 3.404 estão em UTIs e 5.197 estão nas enfermarias.

O Hospital de campanha do Ibirapuera, inaugurado no dia 1º de maio com 268 leitos, já tem 97 pacientes. O Hospital de campanha do Pacaembu, que completa um mês de funcionamento, registrou 80,5% dos leitos ocupados nesta quinta-feira (7).

Segundo o Governo, até o final do mês todas as cidades do Estado vão registrar casos de Covid-19. “Todos os municípios do estado de São Paulo terão o contágio do vírus até o final de maio. Nós estamos verificando uma aceleração nesse processo, ao mesmo tempo que as taxas de isolamento caíram no interior do estado, foram de 52% para 47%, em média, ao longo desses últimos 15 dias”, disse Marco Vinholi, secretário Estadual de Desenvolvimento Regional.


FALE COM A REDAÇÃO: [email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.