Prefeitura determina rodízio de veículos de 24 horas para estimular isolamento social em SP

0
431

Este novo tipo de rodízio também vale aos finais de semana e vai acontecer em toda a cidade, não apenas no centro expandido. Profissionais da saúde devem fazer um cadastro para circular livres de multas


A partir de segunda-feira (11), metade da frota de veículos da capital vai ser proibida de circular pela cidade de São Paulo. Este novo tipo de rodízio foi a solução encontrada pela Prefeitura para estimular que as pessoas fiquem em casa.

O rodízio vai funcionar assim:

• carros com placa ímpar (1, 3, 5, 7, 9), só podem circular em dia ímpar (por exemplo, no dia 11)

• carros com placa par (0, 2, 4, 6, 8), só podem circular em dia par (por exemplo, no dia 12)

Ou seja: o rodízio dura 24 horas, também vale aos finais de semana e vai acontecer em toda a cidade, não apenas no centro expandido. O motorista que descumprir a regra recebe multa de R$ 130,16 com perda de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

Ficarão isentos do rodízio apenas quem já tinha isenção anteriormente: agentes de segurança; taxistas; prestadores de serviços da rede elétrica, gás e água; além de transportes por ambulância e motociclistas. Motoristas de aplicativos devem seguir o rodízio.

Profissionais de saúde devem solicitar a liberação de circulação pela cidade, em até 10 dias, através do email: [email protected]

A Prefeitura também informou que vai solicitar às clínicas e hospitais as informações sobre os profissionais de saúde. “Vamos divulgar e enviar um comunicado por email a todos os prestadores de serviço solicitando que eles nos enviem o cadastro de cada profissional que trabalha na sua área. Também vamos abrir um email para divulgar a planilha de preenchimento. As pessoas devem enviar a documentação simples e autodeclaratória com CPF, nome do profissional, estabelecimento no qual ele trabalha e a placa do seu veículo. Vamos dar um prazo de 10 dias para o cadastro, e nesse período as multas desses profissionais serão excluídas”, detalhou o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Edson Caram.

Como algumas pessoas vão optar pelo transporte público, já que não poderão utilizar seus carros, também a partir de segunda-feira (11) haverá um acréscimo de 1.000 veículos no frota de ônibus da cidade e “outros 600 veículos ficarão nos bolsões perto dos terminais de ônibus. Caso a SPTrans observe a necessidade, eles serão incrementados no sistema”, informou a Prefeitura.

“Não dá pra gente não deixar de tomar medidas como essa no momento em que a gente observa uma taxa de ocupação de leitos de UTI passar os 80% e metade dos hospitais municipais referenciados pra Covid já estão com mais de 95% de ocupação dos leitos de UTI. No momento em que a gente observa o próprio ministro da Saúde falando em lockdown, momento em que a gente observa redução na taxa de isolamento na cidade de São Paulo, um aumento da circulação de pessoas com ontem (6) atingindo 40km de congestionamento na cidade, é preciso tomar medidas extremas”, disse o prefeito Bruno Covas.

A primeira ação no trânsito para incentivar o isolamento aconteceu na segunda (4) e terça-feira (5), com bloqueios em vias da capital. A intenção era criar congestionamento, porém, essa ideia não deu certo porque prejudicou muitas pessoas que trabalham em serviços essenciais.

Na Zona Sul, os bloqueios aconteceram na Av. Moreira Guimarães, perto do Aeroporto de Congonhas. Neste mesmo local, ambulâncias foram impedidas de passar pela única faixa que estava liberada e profissionais da saúde relataram atrasos para chegar aos hospitais por causa do trânsito.

Em todos os dias desta semana, as taxas de isolamento social continuaram abaixo de 50%, o que, segundo o governador João Doria, não permite flexibilizar a quarentena. “Nós temos dito e repetido que nenhuma medida de flexibilização será adotada no estado de São Paulo se não tivermos a média entre 50 e 60%. Essa é a orientação da medicina, da ciência e da saúde. Infelizmente não estamos alcançando essa média”, afirmou.


- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.