Vacinação contra Covid-19 começa dia 8 de fevereiro para idosos com mais de 90 anos

0
62

Quem tem mais de 85 anos será vacinado a partir do dia 15 de fevereiro. Na próxima semana, o Governo do Estado pretende receber 5,6 mil litros de insumos da China, que servirão para produzir mais 8,7 milhões de doses da CoronaVac


Cerca de 460 mil pessoas já foram vacinadas contra a Covid-19 no Estado de São Paulo e, a partir do dia 8 de fevereiro, esse número vai aumentar consideravelmente porque nessa data o Governo dá início a vacinação dos idosos com mais de 90 anos. Quem tem mais de 85 anos será vacinado a partir do dia 15 de fevereiro.

“A prioridade leva em consideração a vulnerabilidade dessa faixa etária, uma vez que 37% das pessoas com 85 anos ou mais que tiveram COVID-19 evoluíram para óbito no decorrer da pandemia”, informou o Governo do Estado.

Esse grupo receberá a vacina a partir do dia 8 porque até amanhã (3), o Governo vai entregar 587 mil doses da CoronaVac, a vacina chinesa que está sendo produzida pelo Instituto Butantan.

“Com o novo lote de vacinas, iniciaremos a partir do dia 8 de fevereiro a vacinação de 206 mil idosos acima de 90 anos de idade. E a partir do dia 15 de fevereiro, idosos de 85 a 89 anos, no total de 515 mil pessoas. Mais de meio milhão de pessoas serão vacinadas a partir de 8 de fevereiro”, disse o governador João Doria (PSDB).

Na próxima semana, o Governo do Estado pretende receber 5,6 mil litros de insumos da China, que servirão para produzir mais 8,7 milhões de doses da CoronaVac.

Com as novas doses da vacina, todo o público-alvo da primeira fase poderá ser vacinado: trabalhadores da saúde, indígenas, quilombolas, idosos residentes em instituições de longa permanência e pessoas com deficiência a partir de 18 anos institucionalizados.

A vacinação contra a Covid-19 começou no dia 17 de fevereiro: a primeira pessoa a ser vacinada foi uma mulher, negra e profissional da saúde: Mônica Calazans, 54 anos, moradora da Zona Leste da cidade de São Paulo.

O grupo prioritário do Ministério da Saúde inclui: profissionais da Saúde, idosos e indígenas.

Na capital paulista, a Prefeitura de SP ampliou a vacinação para todos os funcionários da Saúde, inclusive para os que não estão na linha de frente, como quem trabalha em UPAs, AMAs, UBSs Integradas, agentes comunitários e os funcionários da cozinha, limpeza, administração e coleta de exames.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]gruposulnews.com.br

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.