17.6 C
São Paulo
sábado, 28 maio, 2022
Mais

    Na Zona Sul, Autódromo de Interlagos é escolhido como posto drive thru da vacinação para idosos

    Mais lidas

    A partir da próxima segunda-feira (8), começa a vacinação contra a Covid-19 para idosos com mais de 90 anos. Além do Autódromo de Interlagos, a capital paulista terá outros quatro postos drive thru e vacina disponível em 468 Unidades Básicas de Saúde


    O Autódromo de Interlagos foi o local escolhido, na Zona Sul, para servir de posto drive thru da vacinação contra a Covid-19 para idosos com mais de 90 anos. No total, a cidade de São Paulo terá cinco postos drive thru de vacinação, onde os idosos não precisarão sair do carro para receber a vacina:

    • Praça Charles Muller – Estádio do Pacaembu (Zona Oeste)
    • Neo Química Arena Corinthians (Zona Leste)
    • Autódromo de Interlagos (Zona Sul)
    • Centro de Exposições do Anhembi (Zona Norte)
    • Igreja Boas Novas, na Vila Prudente (Zona Leste)

    De acordo com o Governo de São Paulo, a imunização dos 32 mil idosos acima dos 90 anos, residentes na capital paulista, começa no dia 8 de fevereiro.

    De segunda a sexta-feira, a vacina será aplicada das 8h às 17h nos postos drive thru e das 7h às 19h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

    “Vamos intensificar o programa de vacinação dos idosos de forma segura, organizada e planejada em todo o Estado. Os idosos que não puderem se deslocar para os locais de vacinação, receberão a vacina contra Covid-19 em suas casas”, afirmou o governador João Doria.

    Idosos com mais de 85 anos recebem a vacina a partir do dia 15 de fevereiro. “A prioridade leva em consideração a vulnerabilidade dessa faixa etária, uma vez que 37% das pessoas com 85 anos ou mais que tiveram Covid-19 evoluíram para óbito no decorrer da pandemia”, informou o Governo do Estado.

    O Governo indica que, para economizar tempo no preenchimento do formulário presencial, as famílias façam o pré-cadastro online de seus familiares idosos pelo site: www.vacinaja.sp.gov.br

    “Presencialmente, em média, a coleta de informações leva cerca de 10 minutos. A ferramenta ajuda a agilizar o atendimento e a evitar aglomerações. Não é um agendamento e o uso não é obrigatório para receber a vacina, mas utilizá-la contribui para melhorar a dinâmica dos serviços e a rotina do próprio cidadão. O pré-cadastro pode ser feito por familiares de idosos ou de qualquer pessoa que participe dos públicos previstos na campanha”, informa o Governo do Estado.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    - Patrocinado -

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas