Hospitais da Zona Sul recebem mais leitos para tratar pacientes com Covid-19

0
35

Enquanto os hospitais M’Boi Mirim e Vila Santa Catarina recebem equipamentos, a Cruz Vermelha e a Santa Casa de Santo Amaro atingem 100% de ocupação nas UTIs contratadas pela Prefeitura. Agora, ao contrário do primeiro pico da pandemia em 2020, a maioria dos pacientes infectados são jovens, segundo a Secretaria de Saúde Estadual


Por causa do aumento do número de casos e internações por Covid-19, a Prefeitura de São Paulo aumentou o número de leitos em alguns hospitais da cidade. No total, a capital ganhou mais 124 leitos e atinge a marca de 1.042 leitos de UTI e 931 leitos de enfermaria exclusivos para pacientes infectados pelo vírus.

Na Zona Sul da capital paulista, as únicas unidades de saúde a receberem mais leitos são:

  • Hospital M’Boi Mirim: 20 leitos de UTI e 30 de enfermaria
  • Hospital Vila Santa Catarina: 10 leitos de UTI e 8 de enfermaria

O Hospital M’Boi Mirim também tem uma área anexa com 100 leitos de baixa complexidade para o tratamento de pacientes com Covid-19. Esses novos leitos funcionam desde abril do ano passado e foram doados por um grupo de empresários, num custo de R$ 13 milhões.

Outros dois hospitais da cidade também ganharam reforço nesta semana: Hospital Carmino Caricchio, no Tatuapé (10 leitos de UTI e 20 de enfermaria) e Hospital Tide Setubal, em São Miguel Paulista (26 leitos de UTI).

Até o último domingo (28), dois hospitais da Zona Sul registraram 100% de ocupação nas UTIs contratadas pela Prefeitura: Hospital Cruz Vermelha e Hospital Santa Casa de Santo Amaro.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que “caso seja necessário, outros leitos de enfermaria existentes na cidade poderão ser adaptados para leitos de terapia intensa Covid-19”.

Na última semana, o Estado de São Paulo registrou aumento de 18% nas novas internações por Covid-19: entre 14 e 20 de fevereiro, o Estado tinha 1.541 pacientes internados, por dia. Mas, na semana seguinte, entre 21 e 28 de fevereiro, as internações subiram para 1.823 diariamente.

E agora, ao contrário do primeiro pico da pandemia em 2020, a maioria dos pacientes infectados são jovens, segundo a Secretaria de Saúde Estadual. “São pessoas que se sentem à vontade para sair, pensam que só vão perder paladar e olfato, mas perdem vida e a vida das pessoas em torno. A pandemia retornou com velocidade e característica clínica diferentes da primeira onda. São pacientes mais jovens, com condição clínica mais comprometida, que acabam permanecendo por um período prolongado na UTI. Esses aspectos fazem com que tenhamos ocupação crescente de leitos. 60% desses pacientes estão ocupando nossas UTIs”, disse Jean Gorinchteyn, secretário estadual da Saúde.

VACINA CONTRA A COVID-19

Para ampliar a vacinação dos idosos entre 80 e 84 anos, a Secretaria Municipal da Saúde instalou mais dois postos de vacinação drive-thrus, a partir desta terça-feira (2). Eles estão localizados no Estádio do Morumbi e no Memorial da América Latina.

As vacinas também são aplicadas nas 468 Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) da cidade de São Paulo. Os endereços das unidades podem ser acessados pela ferramenta Busca Saúde: http://buscasaude.prefeitura.sp.gov.br/

Até o último domingo (28), mais de 716 mil pessoas já haviam sido imunizadas na capital paulista, com a 1ª e 2ª dose da vacina contra a Covid-19.

Fazem parte dessa primeira etapa de imunização no município, até o momento:

  • Pessoas com 60 anos ou mais residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas);
  • Pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em Residências Inclusivas (institucionalizadas);
  • População indígena vivendo em terras indígenas;
  • Quilombolas (previsto no PNI, mas não há comunidades quilombolas no município de São Paulo);
  • Idosos (com mais de 80 anos – a partir de 27/02/2021);
  • Pessoas em situação de rua (com mais de 60 anos a partir de 12/02/2021);
  • Trabalhadores da saúde (conferir os grupos de acordo com instrutivos do Vacina Sampa: https://cutt.ly/0lMlODd;
  • Profissionais Sepultadores, Veloristas, Cremadores e Condutores de Veículos dos cemitérios públicos e privados do município de São Paulo.

Confira os endereços dos oito drive-thrus, que atendem de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h:

  • Estádio do Pacaembu | Praça Charles Miller (Zona Oeste);
  • Arena Corinthians (Zona Leste);
  • Autódromo de Interlagos | Rua Jacinto Júlio, altura do nº 589 – Portão 9, entrada KRF (Zona Sul);
  • Centro de Exposições do Anhembi | Rua Olavo Fontoura – Portão 38 (Zona Norte);
  • Igreja Boas Novas, na Vila Prudente | Rua Marechal Malet, 535 – Parque da Vila Prudente (Zona Zeste);
  • Clube Hebraica | Rua Doutor Alceu de Assis, 25, na parte superior do Clube (Zona Oeste);
  • Estádio do Morumbi | Estádio do Morumbi, na praça Roberto Gomes Pedrosa, 1, entrada pelo portão 15 do estádio, da Avenida Giovanni Gronchi (Zona Oeste);
  • Memorial da América Latina | Rua Itagipuru, 500, portão 2 (Zona Oeste).

SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.