Ciclovia da Av. Faria Lima registra nova queda na frequência de ciclistas

0
4

Em segunda pesquisa da CET, o motivo do sumiço dos ciclistas é o mesmo: isolamento social por causa da pandemia da Covid-19. Em contrapartida, a Ciclovia do Novo Rio Pinheiros registrou 230 mil acessos apenas no primeiro trimestre de 2021. Mas há um ponto em comum em todas as ciclovias da cidade: é raridade os ciclistas usarem máscara de proteção contra o novo coronavírus


Um novo levantamento da CET mostrou que a ciclovia da Av. Faria Lima continua registrando queda no número de ciclistas: 24% menos bikes passaram pela via no primeiro trimestre deste ano.

Levantamento anterior mostrou que de 24 de março de 2020 a 1° de janeiro de 2021, o número de ciclistas caiu para 860.030, tendo em vista que no mesmo período do ano anterior, cerca de 1.634.567 ciclistas passavam pelo local.

O motivo da queda no número de ciclistas é o mesmo nas duas pesquisas: isolamento social por causa da pandemia da Covid-19. A região da Av. Faria Lima, cercada de prédios comerciais, está vazia desde que todas as pessoas que trabalham por ali começaram a trabalhar em casa.

Em contrapartida, a Ciclovia do Novo Rio Pinheiros registrou 230 mil acessos apenas no primeiro trimestre de 2021, o equivalente a 60% do total observado em todo o ano passado, segundo a empresa Farah Service, que administra o local.

Outras vias que registraram aumento de ciclistas, segundo a CET, foram as ciclovias das avenidas Vergueiro e Gastão Vidigal, com 115,4% e 29% mais ciclistas, respectivamente, no primeiro trimestre.

Entre aumentos e quedas na presença de ciclistas nas ciclovias da capital paulista, há um ponto em comum em todas as vias: é raridade os ciclistas usarem máscara de proteção contra a Covid-19.

“Infelizmente, quando saio tenho visto gente sem máscara, com ela no queixo ou sem cobrir o nariz. Isso me assusta mesmo, ver tanta gente com o argumento de que é ruim pedalar com máscara. Lógico que é, mas isso não é desculpa”, afirma o engenheiro Emiliano Martins, um dos coordenadores voluntários do programa Bike Anjos.

Na Ciclovia do Novo Rio Pinheiros, a empresa Farah Service informou que “os controladores de acesso, assim como seguranças e responsáveis, são orientados a solicitar o uso de máscaras” aos usuários. Além disso, a mensagem é reforçada por placas nas entradas.

O uso de máscaras, como já comprovado por cientistas, é imprescindível para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), se todos utilizarem máscara, até a metade do ano milhares de vidas podem ser salvas.

“Se 95% da população da América Latina usasse máscara, o que hoje está ao redor de 65%, poderiam se salvar 48 mil vidas até o dia 1º de julho”, disse Jarbas Barbosa, vice-diretor-geral da Organização Pan-Americana da Saúde, vinculada à Organização Mundial de Saúde.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.