Unisa realiza projeto Portas Abertas no Campus Interlagos

0
59

Projeto recebeu a visita dos representantes do MEC na última quinta-feira (16/5)

 

Representantes do Ministério da Educação (MEC) estiveram na última quinta-feira (16) no Campus Interlagos da Universidade Santo Amaro (Unisa) para conhecer o projeto pioneiro que tem levado alunos da rede pública para conhecer e interagir com o ambiente acadêmico.
Apesar do mau tempo, os mais de 600 estudantes de seis escolas do Ensino Médio da rede estadual da região tiveram a oportunidade de participar do Portas Abertas. Lançado em 2017, em parceria com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, o projeto realiza atividades de educação, voltadas para alunos e professores, aproveitando a infraestrutura e equipe de docentes. “É um projeto de apoio à educação básica. A proposta é abrir as portas da Universidade para colaborar na formação do estudante do ensino médio, mas não só no aspecto do conhecimento (matemática, química, física), também com oficinas artísticas e esportivas. É um programa de extensão de responsabilidade social com enorme importância e relevância”, explicou a reitora da Unisa, Luciane Lucio Pereira.
Recepcionados pela reitoria, a comitiva formada pelo secretário de Educação Básica, Janio Carlos Endo Macedo; secretário de Educação Superior, Arnaldo Barbosa de Lima Júnior; e diretora de Desenvolvimento da Educação em Saúde, Rosana Leite de Melo, conheceu a história da Universidade e os objetivos do Projeto.
De acordo com o secretário Macedo, a cada 100 alunos que começam o ensino fundamental, apenas 59 terminam o ensino médio. Segundo ele, parcerias como essa realizada pela Unisa, podem oferecer uma melhora na metodologia de ensino, proporcionando mais interesse dos adolescentes, diminuindo, assim, as evasões. “Vemos o Portas Abertas como uma oportunidade para que os alunos se interessem pelo ensino e, consequentemente, tenham menos desistência e reprovação. Nosso objetivo é saber de que forma o Projeto interage com o nosso ideal para combater a evasão dos alunos do ensino médio, estimulando-os para ingressar numa universidade”.
Durante a tarde, o Macedo visitou as oficinas, conversou com os alunos e passou um pouco de suas experiências aos jovens, que ouviram com atenção e também repassaram ao secretário seus anseios escolares.
Entre as oficinas realizadas, destacaram-se a de Fisioterapia, que mostrou como acontece a reabilitação com apoio dos óculos de Realidade Virtual e a de Nutrição, em que os alunos aprenderam a fazer a receita de uma granola saudável. O curso de Educação Física realizou atividades divertidas para combater o sedentarismo. Além disso, os alunos receberam dicas de como se comportar nas entrevistas de emprego, com orientação vocacional pela equipe de docentes do curso de Psicologia. “O objetivo principal da orientação não é dizer o que ele vai ser ou fazer, mas é o autoconhecimento das suas habilidades e competências”, descreve a coordenadora do curso, Profª Drª Jumara Silvia Van de Velde.
Nessa edição do Portas Abertas participaram as escolas estaduais: Eusébio de Paula Marcondes, Francisco Antônio Martins Jr, Jardim Noronha 5, José Ephim Mindlin, Mademoiselle Perrillier e Padre Sabóia de Medeiros.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.