Sinalização de ciclofaixa na Zona Sul deixa rua estreita e gera risco de acidentes

0
342

A ciclofaixa da Rua Professor Guilherme Belfort Sabino é mais larga que uma das faixas para veículos. Assim, motoristas que sobem da Av. Sargento Geraldo Santana têm que invadir a ciclovia ou a outra faixa de veículos, com risco de acidentes e atropelamentos


Ciclistas que circulam pela Zona Sul têm uma nova ciclofaixa para chamar de sua. Localizada na Rua Professor Guilherme Belfort Sabino, região de Campo Grande, a ciclofaixa é bem larga para os ciclistas, o que seria ótimo numa grande avenida, em que ciclistas não disputariam espaço com carros.

Porém, é exatamente o tamanho da ciclofaixa que gera um problema: uma faixa dos veículos diminuiu, sendo assim, motoristas que sobem da Av. Sargento Geraldo Santana têm que invadir a ciclovia ou a outra faixa de veículos.

O resultado é o grande risco de acidentes entre veículos ou de atropelamento de ciclistas, por causa da disputa de espaço.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), “a ciclofaixa implantada na Av. Guilherme Belfort Sabino tem largura conforme o estabelecido no Manual de Sinalização Urbana Volume 13 – Espaços Cicloviários. Com a recente implantação da estrutura cicloviária, foi necessário realizar a ressinalização da faixa dupla amarela para aumentar o espaço de circulação de veículos. O serviço já foi realizado”.

A CET disse ainda que a ciclofaixa da Guilherme Belfort Sabino fará conexão com a estrutura localizada na Av. Nossa Senhora do Sabará.

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes não informou qual foi o custo da obra.

MALHA CICLOVIÁRIA 2019-2020 EM SP

Depois da gestão do ex-prefeito Fernando Haddad (PT), a Prefeitura ficou três anos sem investir na malha cicloviária durante a gestão de João Doria (PSDB).

Mas, de acordo com a Prefeitura de São Paulo, entre 2019 e 2020 foi possível cumprir 80% das promessas de ampliação da malha cicloviária da capital paulista, já que, dos 173 km prometidos para o período, foram construídos 139 km de novas ciclofaixas e ciclovias.

Segundo um balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, em 2020 houve um acréscimo de 14,55 km de ciclovias e 124,45 km de ciclofaixas.

Em reunião da Câmara Técnica da Bicicleta (CTB), ficou estabelecido que as prioridades para 2021, na Zona Sul, são:

  • elaboração de conexões na Cidade Dutra e Interlagos;
  • elaborar uma nova ciclovia na Rua Luis Gois, na Vila Mariana.

SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.