Sesc Santo Amaro promove ações para evidenciar cultura musical periférica

0
26

Curso sobre a música das periferias do Brasil e do mundo e a apresentação do cenário musical da Zona Sul compõem a programação


Dando continuidade às atividades on-line, devido ao isolamento social, o Sesc Santo Amaro promove em novembro, atividades nas redes sociais que evidenciam a musicalidade das periferias e seu protagonismo.

Na programação, o curso Estéticas e Escutas Periféricas, com o jornalista GG Albuquerque, dias 04 e 05/11, aborda a música que é produzida nas periferias do Brasil e do mundo por meio de uma visão interdisciplinar, combinando sociologia, filosofia, musicologia e comunicação. Ritmos como o bregafunk, funk, pagode, reggaeton, kuduro e outros, aliados às novas tecnologias midiáticas, são abordados durante o curso que discute como estas músicas tensionam, negam e/ou reconfiguram os ideais hegemônicos de cidadania, povo/popular, cosmopolitismo e da própria modernidade, desvinculando-se do sistema produtivo de grandes gravadoras e ainda assim conquistando um amplo alcance de público.

Na sequência, dia 14/11, o Sons da Sul apresenta personagens que compõem o cenário da música na Zona Sul de São Paulo por meio de vídeo disponibilizado nas plataformas digitais do Sesc Santo Amaro. A história dos artistas é apresentada ao público, mostrando como a música se desenrola em suas vidas e no âmago das comunidades em que estão inseridos, seja por meio da religiosidade, do valor cultural, ancestralidade ou do próprio legado existente na periferia. Com “100% Favela”, “Jup do Bairro”, “Samba de Vela” e “Bloco Afro É Di Santo”.

CURSO: ESTÉTICAS E ESCUTAS PERIFÉRICAS
Quando: 04 e 05/11, às 19h
Redes: Instagram e Facebook /sescsantoamaro
Inscrições: incricoes.sescsp.org.br – vagas limitadas
Grátis

SONS DA SUL
Quando: 14/11, às 17h
Redes: Instagram, Facebook e YouTube /sescsantoamaro
Classificação: Livre
Grátis


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.