Saúde da capital reforça a importância da prevenção contra hepatites virais

0
571
Campanha Julho Amarelo visa conscientizar a população sobre as hepatites B e C

Campanha Julho Amarelo visa conscientizar a população sobre as hepatites B e C


Ao longo do mês de julho, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por meio do Programa Municipal de Hepatites Virais (PMHV), intensificará as ações de testagem, com teste rápido ou sorologia, e a vacinação de hepatite B em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs). As ações fazem parte da campanha Julho Amarelo, que visa conscientizar e alertar a população sobre os riscos e a importância de prevenir as hepatites virais.

Além disso, as Unidades de Vigilância em Saúde (Uvis) também promoverão treinamentos para os profissionais de saúde da rede municipal para atualizar e ampliar os conhecimentos sobre o tema.

As UBSs da capital realizam os exames de testagem e busca ativa para as hepatites B e C de forma rotineira. Assim, após a realização do exame de triagem, caso o resultado seja positivo o paciente é encaminhado ao acompanhamento em um dos Ambulatórios de Especialidades (AEs) da capital. A consulta é marcada pela UBS do primeiro atendimento.

No AE, o paciente realizará os demais exames necessários para diagnóstico de hepatite B ou C. Se esse diagnóstico for confirmado para uma das duas hepatites, o paciente será acompanhado e tratado na unidade. Os medicamentos para tratamento das hepatites B e C são fornecidos no próprio AE de forma gratuita.

O tratamento para hepatite C tem duração de três meses, na maioria dos casos, com uso de comprimido. Já o tratamento para hepatite B deve feito ao longo da vida.

Há vacina de alta eficácia para prevenir a hepatite B, sendo que a primeira dose deve ser administrada na maternidade, já nas primeiras 12 horas de vida do recém-nascido. As outras doses são aplicadas aos 2, 4 e 6 meses de vida (com a vacina pentavalente).

O imunizante contra a hepatite B também está disponível, nas UBSs da capital, para cidadãos de todas as idades que não foram vacinados. O esquema vacinal é de três doses.

Todas as pessoas com resultado negativo nos exames de triagem precisam receber as três doses de vacina de hepatite B e cuidados para prevenção das hepatites, como utilização de preservativo em todas as relações sexuais, não compartilhar seringas, agulhas e outros objetos perfurocortantes.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.