Sabesp doa mais de 3 mil caixas d’água e isenta moradores de comunidades de pagar a conta de água por três meses

0
229

Cerca de 2 milhões de pessoas, das categorias de uso Residencial Social e Residencial Favela, estarão isentas de pagamento nos meses de abril, maio e junho


Para reduzir os impactos da proliferação do coronavírus em comunidades carentes da cidade de São Paulo e estimular o aumento da higiene, a Sabesp pretende doar mais de 3.000 caixas d’água para famílias da periferia de SP.

A doação começou em Paraisópolis, comunidade onde vivem mais de 100 mil pessoas e que tem diversos problemas para garantir fornecimento de água para todos. Na região foram entregues 487 reservatórios de água.

Na Zona Sul, comunidades que também foram escolhidas para receber os reservatórios são: Jardim Monte Azul (em Santo Amaro), Gaivotas (no Grajaú) e Dersa (no Jabaquara). “A gente sabe da importância de fortalecer as questões relacionadas à higiene, à limpeza da casa, de onde a gente está neste momento. Ter água é garantia de que a gente está protegido e protegendo os nossos”, afirmou Cláudio Aparecido da Silva, morador e líder comunitário do Jardim Monte Azul.

No dia 7 de abril, uma juíza da 13ª Vara da Fazenda Pública da capital concedeu uma liminar que obriga a Sabesp e o Governo do Estado a fornecerem água para todas as comunidades de São Paulo. A decisão vale até o fim da quarentena no Estado, portanto até o dia 22 de abril, com multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.

Além da doação de caixas d’água, a Sabesp e o Governo de SP vão isentar o pagamento da conta de água das famílias de categoria de uso Residencial Social e Residencial Favela, em todo o Estado de São Paulo. Sendo assim, cerca de 2 milhões de pessoas, que estão nessas categorias, estarão isentas de pagar as contas nos meses de abril, maio e junho.

Segundo a Sabesp, “a Tarifa Social Residencial é destinada a residências unifamiliares, desempregados, habitações coletivas ou remoção de área de risco que atendam aos critérios definidos pelo comunicado tarifário. Para usufruir do benefício, o cliente atende a uma série de critérios: possuir renda familiar de até três salários mínimos; morar em habitação subnormal com área útil de até 60 m²; consumo de energia de até 170 kWh mensais; não haver débitos para o imóvel; comprovar o enquadramento na tarifa social a cada 24 meses; consumo máximo de 15 metros cúbicos; demissão não tenha ocorrido por justa causa”.

Quem se enquadrar nestes critérios deve entrar com pedido de inclusão na Tarifa Social Residencial pelo telefone 0800 011 9911  ou pelo site da Sabesp: www.sabesp.com.br


FALE COM A REDAÇÃO[email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.