Projeto que oferece banho à população em situação de rua chega na Zona Sul

0
90

A carreta móvel do projeto Banho pra Geral, que possui dois banheiros individuais com chuveiros quentes, pia e kit de higiene, estará no Campo Belo e em Santo Amaro neste mês de agosto


Foto: Luca Meola

Não há como mensurar a importância de um banho para a autoestima de qualquer pessoa. O projeto Banho pra Geral oferece banho e outros cuidados a pessoas em situação de rua na capital de São Paulo – uma população ainda mais vulnerável durante a pandemia da Covid-19.

Pensando nisso, nos próximos quatro finais de semana do mês, a carreta móvel do Banho pra Geral estará nos seguintes endereços:

  • Dia 16: Praça Cidade de Amman – Campo Belo;
  • Dia 22: Rua Djalma Dutra, 03 – Luz;
  • Dia 29: Praça Salim Farah Maluf – Santo Amaro.

Todas as ações começam às 10h e têm a expectativa de atender até 32 pessoas.

O projeto Banho pra Geral proporciona higiene básica a quem vive nas ruas por meio de uma carreta móvel com caixa d’água de 440 litros, que dispõe de dois banheiros individuais com chuveiros de água quente e uma pia externa. Também oferece um kit de higiene, que inclui toalha, shampoo, condicionador, pente, sabonete, creme dental e escova de dentes, além de uma muda de roupas. Voluntários devidamente protegidos com máscaras, viseiras e luvas, participam da ação.

Iniciativa do coletivo Casa de Vó em parceira com o Instituto de Políticas Relacionais, oferecem desde 2019 o Banho pra Geral na capital paulista. Agora com o patrocínio da EDP, multinacional do setor elétrico, o projeto pôde intensificar suas atividades, promovendo 15 banhos ao longo de junho, julho e agosto, beneficiando 480 pessoas.

O projeto Banho pra Geral já passou por locais como Belém, Bexiga, Mooca, Centro e, em especial, a Cracolândia. O projeto foi um dos escolhidos pelo edital EDP Solidária, que destinou R$ 2,5 milhões a ações voltadas a pessoas em situação de vulnerabilidade de 10 estados brasileiros.

Além da prevenção ao Coronavírus, o trabalho ajuda a quebrar o ciclo da desumanização. A cada banho de autoestima, as pessoas também ganham escuta e a visibilidade necessária para prosseguir e acreditar em melhores dias.


FALE COM A REDAÇÃO: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.