Projeto de escola da Zona Sul é premiado ao propor roteiro cultural para estudantes

0
23

Professoras de uma escola pública no Jardim Ângela criaram o projeto de um “passaporte cultural” para que os alunos conhecessem eventos culturais e ganhassem pontos escolares com as visitas artísticas


“Viagens Pelas MultipliCidades” é o tema de um projeto criado por duas professoras de português para que estudantes da ETEC Jardim Ângela manifestassem interesse por cultura e por eventos culturais disponíveis na cidade de São Paulo.

A ideia foi criar um passaporte cultural, semelhante a um passaporte de viagem. Assim, os estudantes puderam registrar os momentos em que foram ao cinema, a um sarau, a shows e centros culturais, a museus e exposições, ao teatro ou a qualquer evento. Foram realizados 1.800 roteiros por 150 “viajantes”.

Para engajar os alunos, as professoras utilizaram um sistema de recompensas: cada carimbo ou ingresso comprovado geravam milhas que foram transformadas em pontos nas notas escolares de participação em olímpiadas escolares e mostras culturais. Além de pontos nas notas, o projeto serviu para trazer conhecimento sobre o território, já que muitos estudantes nunca tinham ido na Av. Paulista ou em um museu, por exemplo. “Os alunos são bastante competitivos e esse sistema de pontuação engajou as turmas”, disse a Profª Joice.

O projeto foi desenvolvido em 2019 com as turmas do Ensino Médio e dos cursos técnicos de Desenvolvimento de Sistemas e Administração (integrados ao Ensino Médio).

No ano passado, o trabalho foi premiado no 45º Anuário do Clube de Criação de São Paulo, com o troféu de bronze na categoria Periferia Criativa, uma especialidade criada para trabalhos que propõem soluções aos problemas da periferia.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.