Profissionais da Educação começam a ser vacinados contra a Covid-19 a partir de 12 de abril

0
12

De acordo com o Governo estadual, os 350 mil profissionais a serem imunizados representam cerca de 40% de todos os profissionais da educação básica em São Paulo, já que o Governo está dando prioridade para trabalhadores com mais de 47 anos


Cerca de 350 mil profissionais da Educação, com mais de 47 anos, serão vacinados contra a Covid-19 a partir do dia 12 de abril, conforme comunicou o Governo de São Paulo nesta quarta-feira (24).

A campanha envolve profissionais das escolas municipais, estaduais e privadas; sendo que, para evitar fraudes, os profissionais da rede particular deverão apresentar os dois últimos comprovantes de salários.

“São doses de esperança, para que as escolas não fechem mais e nossos estudantes possam recuperar e seguir o percurso de aprendizagem”, declarou o Secretário da Educação, Rossieli Soares.

De acordo com o Governo estadual, esses 350 mil trabalhadores representam cerca de 40% de todos os profissionais da educação básica em São Paulo, já que o Governo está dando prioridade para profissionais do grupo de risco.

No final do ano passado, o Governo estadual inseriu a Educação como serviço essencial. No retorno das aulas, em 15 de fevereiro, 580 escolas municipais continuaram apenas com aulas online porque não havia funcionários suficientes para a limpeza e porque as reformas iniciadas durante a pandemia ainda não terminaram.

Atualmente, por causa do agravamento da pandemia da Covid-19, as aulas presenciais estão suspensas. Nas redes estadual e municipal, por exemplo, os alunos receberam férias antecipadas.

Na última segunda-feira (22), o Instituto Butantan liberou mais 2,2 milhões de doses da vacina Coronavac para o Ministério da Saúde. Essa foi a 5ª remessa enviada ao Governo Federal, oferecida ao Plano Nacional de Imunizações.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.