Prefeitura cogita liberar o uso de máscaras em locais externos públicos a partir de 15 de outubro

0
2

Queda de internações e óbitos por Covid-19 e avanço da vacinação completa é o motivo do afrouxamento das restrições


A prefeitura de São Paulo estima que a partir da segunda quinzena de outubro, os residentes da capital não precisem utilizar a máscara em locais públicos aberto e sem grandes aglomerações. A secretaria municipal visa autorizar o afrouxamento das restrições a partir da quantidade populacional com as duas doses ou dose única, a taxa de mortalidade por Covid-19, entre outros fatores.

Até a última segunda-feira (4), 99% da população adulta vacinou com a primeira dose, 76,81% imunizado com as duas dose ou dosagem única, contando com crianças e adolescentes, 82,42% da capital paulista tomaram a primeira dose e 58,91% está completamente imunizado. A estimativa da prefeitura é no dia 15 de outubro chegar a 90% da população adulta com as duas doses da vacina ou dose única.

Já a taxa de óbitos na cidade de São Paulo está em 2 mortes por Covid-19 por dia, para a prefeitura, a estimativa é de zerar a taxa de óbitos a partir do dia 15 com a imunização completa da população.

Medida valerá apenas para o Município de São Paulo, o governo estadual ainda não divulgou informações sobre o possível afrouxamento das restrições de medidas contra a Covid-19, João Dória havia informado em agosto que o uso de máscaras no Estado seria obrigatória até o dia 31 de dezembro deste ano.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.