Prefeitura assina contrato de concessão do Mercado Municipal de Santo Amaro à iniciativa privada

0
335

Durante 25 anos, o Mercado Municipal de Santo Amaro será administrado por um consórcio, que se comprometeu a ampliar a área para mais de 11 mil m², aumentar o número de boxes de 25 para 160 e criar um espaço para eventos, como aulas de culinária ou shows intimistas


Desde 2017 o Mercado Municipal de Santo Amaro funciona em uma tenda provisória

O prefeito Bruno Covas assinou, nesta quarta-feira (28), o contrato de concessão à iniciativa privada, do Mercado Municipal de Santo Amaro, que desde 2017 funciona em uma tenda provisória, após um incêndio atingir cerca de 60% das instalações.

Com a concessão, serão investidos R$ 21,3 milhões em investimento no mercado; R$ 5,5 milhões em Imposto Sobre Serviços (ISS), para a Prefeitura; e R$ 24,2 milhões pela concessão, totalizando R$ 51,054 milhões.

“Essa assinatura representa uma grande vitória para a população, que agora, com uma empresa privada tomando conta deste espaço, irá ganhar um serviço melhor”, disse o prefeito Bruno Covas.

Durante 25 anos, o Mercado Municipal de Santo Amaro será administrado pelo consórcio Fênix, composto por quatro empresas privadas. O consórcio se comprometeu a ampliar a área de 9 mil m² para mais de 11 mil m², aumentar o número de boxes de 25 para 160 e criar “restaurantes com varandas, espaços compartilhados para alimentação, horta orgânica, espaço kids, além de um boulevard especialmente projetado para eventos, como aulas de culinária ou shows intimistas, para ser mais um ponto de contato para os comerciantes do mercado”.

“É muito gratificante para nós fazer parte dessa parceria. A população terá acesso a um projeto inovador, focado em transformar o mercadão em um polo gastronômico. E os permissionários, a uma estrutura profissional, que privilegia o conforto e devolverá ao local a vocação para ponto de encontro da comunidade local”, afirmou o presidente do Consórcio Fênix, Marco Alberto Silva.

A primeira concessão para o Mercado Municipal de Santo Amaro foi lançada em março de 2018, porém, foi adiada por falta de propostas. Agora, a concessionária tem 60 dias para iniciar a reforma, que deve acontecer em, no máximo, dois anos. Durante os dois anos da reforma e depois, durante quatro anos, os atuais permissionários vão pagar o mesmo valor de aluguel.  

“É um trabalho de costura, que não é fácil, mas que será muito bom para toda a população. Estou muito entusiasmada. Eu nasci dentro deste mercado, então para mim isso é uma vitória”, se alegrou a presidente da Associação dos Permissionários do Mercado Municipal de Santo Amaro, Fátima Habimorad.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.