Polícia prende integrantes de quadrilhas que furtavam casas na Zona Sul

0
85

Apenas no mês de agosto, integrantes de três quadrilhas foram presos por furtarem casas no Brooklin, Campo Belo e em Moema. Entre 2014 e 2018, o Estado de São Paulo registrou 12 mil casos de furtos e roubos a casas e condomínios. Na capital paulista, foram registrados mais da metade desses casos: 7.883


No início do mês, a Polícia Civil do 27º Distrito Policial Campo Belo prendeu três integrantes de uma quadrilha que furtava condomínios de luxo do Brooklin e Moema. Cerca de 20 agentes participaram da Operação Casa Segura, para cumprir mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), no dia 1º de agosto um grupo furtou um apartamento de alto padrão e levou joias, roupas, produtos eletrônicos e dinheiro. “O prejuízo somou, aproximadamente, R$ 700 mil às vítimas. O trio responderá pelos crimes de associação criminosa e furto qualificado. Investigações prosseguem para deter outros envolvidos”, informou a SSP.

No dia 16 de agosto, duas quadrilhas assaltaram casas em Moema no mesmo dia. Em um dos roubos, na Rua Iraúna, a quadrilha conseguiu escapar, mas no segundo: quatro homens foram presos. O outro assalto tinha, pelo menos, cinco homens envolvidos e o roubo foi flagrado pelo proprietário da casa, que conseguiu acionar a Polícia. Na fuga, os bandidos se envolveram em um acidente de trânsito e resolveram fugir a pé.

Já no dia 19, quatro homens foram presos após participarem de um assalto em uma residência na Rua Farrapos, no Campo Belo. Após a ocorrência, eles tentaram fugir mas bateram em dois veículos, fato que possibilitou a prisão.

Entre 2014 e 2018, o Estado de São Paulo registrou 12 mil casos de furtos e roubos a casas e condomínios. Na capital paulista, foram registrados mais da metade desses casos: 7.883, sendo que 4.729 casos ocorreram só em 2018.

Para o delegado da 4ª Delegacia do Patrimônio, Roberto Afonso da Silva, a portaria dos prédios e condomínios é o local em que se deve ter mais cuidado com a segurança. “A portaria é o coração do condomínio, é a parte mais importante. Se você tiver desatenção ali, não adianta nada você botar um sistema caríssimo. Se não for eficiente não adianta nada”, disse.

DICAS DE SEGURANÇA

• ao abrir o portão da garagem, o porteiro deve identificar o motorista e verificar se outra pessoa não vai entrar junto (escondido no carro);

• o porteiro deve abrir o portão para entrada e saída de moradores/visitantes após observar se não há suspeitos nas proximidades;

• acionar a Polícia, caso observe um veículo estacionado por muito tempo ou rondando o condomínio;

• o porteiro só pode permitir a entrada de um visitante ou prestador de serviço com a autorização do morador responsável;

• empregadas domésticas e crianças não podem autorizar a entrada de visitantes/prestadores de serviço.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.