Bairros da Zona Sul registram os aluguéis mais caros da capital paulista

0
66

O Índice FipeZap de Locação Residencial indicou que o preço médio do aluguel em julho foi de R$ 30,61 por m², sendo que, entre 11 capitais brasileiras monitoradas, a cidade de São Paulo é a que atingiu o preço médio mais caro: R$ 40,90 por m². Na Zona Sul, moradores da Vila Olímpia, Vila Nova Conceição, Berrini, Itaim Bibi e Brooklin Novo pagam mais de R$ 70 no m²


De acordo com a Pesquisa de Valores de Locação Residencial, feita pelo Sindicato da Habitação do Estado de São Paulo (Secovi-SP), no mês de julho a capital paulista obteve uma variação positiva de 0,90%, em relação a junho, no preço médio do aluguel residencial. Levando em consideração os últimos 12 meses, houve queda de 1,39% no preço médio.

Porém, ainda em julho, três tipos de unidades residenciais tiveram alta no valor do aluguel:

• três dormitórios: +3,00%;

• dois dormitórios: +0,60%;

• um dormitório: +0,40%.

O Índice FipeZap de Locação Residencial indicou que o preço médio do aluguel em julho foi de R$ 30,61 por metro quadrado, sendo que, entre 11 capitais brasileiras monitoradas, a cidade de São Paulo é a que atingiu o preço médio mais caro: R$ 40,90 por m².

E a Vila Olímpia é o bairro com o preço médio de aluguel mais caro da capital paulista, cobrando R$ 79,17 a cada metro quadrado. Seguem nessa linha de preço quatro bairros da Zona Sul:

• Vila Nova Conceição (R$ 74,74);

• Berrini (R$ 74,21);

• Itaim Bibi (R$ 70,43);

• Brooklin Novo (R$ 66,75).

Considerando apenas imóveis de até 65 m² com dois dormitórios e uma vaga de garagem, a plataforma Imovelweb avalia que o aluguel subiu 0,3% entre junho e julho na capital paulista. Imóveis nessas condições também são os mais caros na Vila Cordeiro (R$ 4.933), Vila Olímpia (R$ 4.841) e Itaim Bibi (R$ 4.727).

Ainda segundo a plataforma Imovelweb, a Vila Almeida (em Santo Amaro) é o segundo bairro mais rentável da cidade, considerando 18,2 anos para retorno total do valor do imóvel. O bairro menos rentável da Zona Sul é o Ibirapuera que também é considerada a segunda região mais cara para compra: R$ 24.564 por metro quadrado.

“Segundo estudo do Imovelweb, o preço de compra não está apresentando grandes mudanças. No último mês (julho), esse valor cresceu apenas 0,2%, e a média do m² chegou ao patamar de R$ 6.178,00/m². Já de janeiro a julho, a alta foi 0,8%; e no último ano, o aumento foi de 0,9%”, informou a plataforma.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.