Polícia apreende mais de 40 máquinas caça-níqueis em Moema

0
19

Nos últimos dias, a Polícia tem intensificado as investigações contra locais que estimulam jogos de azar, principalmente neste período de pandemia, em que as pessoas se aglomeram em cassinos para praticar atividades ilegais. Apenas no mês de março, já aconteceram, pelo menos cinco operações policiais em cassinos na região Sul


Na última segunda-feira (29), a Polícia Civil apreendeu 47 máquinas caça-níqueis no 9º andar de um edifício comercial na Avenida Ibirapuera, em Moema. O local era um espaço destinado para jogos de azar, o que é proibido no Brasil.

A operação “Caracol”, realizada por agentes do 27º Distrito Policial acontecia justamente para combater jogos clandestinos. Em Moema, o local tinha dois funcionários e também foram encontrados 16 apostadores. Uma mulher de 38 anos foi autuada.

“Todas as partes foram encaminhadas à delegacia para prestar esclarecimentos e a responsável pelo local autuada. As máquinas e R$ 2.110 extraídos delas foram apreendidos. O caso foi registrado como jogos de azar e infração de medida sanitária preventiva por meio de um termo circunstanciado e encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim)”, informou a Secretaria de Segurança Pública.

No dia 15 de março, outras 75 máquinas caça-níqueis foram apreendidas em um imóvel na Rua Voluntário Delmiro Sampaio, em Santo Amaro. No mesmo dia (15), cerca de 20 pessoas foram flagradas dentro de um outro cassino, dessa vez no Jardim Paulista. Todos foram autuados por realizarem jogos de azar e por infringir as medidas sanitárias contra a Covid-19.

Nos últimos dias, a Polícia tem intensificado as investigações contra locais que praticam jogos de azar, principalmente neste período de pandemia, em que as pessoas se aglomeram em cassinos para praticar atividades ilegais.

No dia 14 de março, por exemplo, a Polícia Civil descobriu dois outros cassinos na Zona Sul: um deles na Vila Olímpia, onde estavam mais de 200 pessoas, incluindo o jogador de futebol do Flamengo, Gabigol, e o cantor MC Gui; e o outro na Rua João Cachoeira, no Itaim Bibi. Segundo a Polícia, os dois cassinos pertencem ao mesmo dono.

“O descumprimento das regras sujeita os estabelecimentos a autuações com base no Código Sanitário, que prevê multa de até R$ 290 mil. Pela falta do uso de máscara, que é obrigatória, a multa é de R$ 5.278 por estabelecimento, por infrator. Transeuntes em espaços coletivos também podem ser multados em R$ 551,00 pelo não uso da proteção facial”, informa o Governo de São Paulo.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.