PM prende estelionatário que aplicava golpes em desempregados em Santo Amaro

0
356

Suposta empresa, que enganou até a Prefeitura de Suzano, oferecia vagas na área da construção civil, fora do Brasil, com salários de até R$ 30 mil

 

Nesta semana, a Polícia Militar prendeu dois integrantes de uma quadrilha que aplicava golpes em desempregados. Eles agiam em uma empresa de fachada em Santo Amaro. Um dos presos já tinha mandato de prisão expedido no Rio Grande do Norte.
Antes da prisão em flagrante, a quadrilha passou pelo Nordeste e pela cidade de Suzano, município de São Paulo. A empresa, inclusive, usou um programa de empregos da Prefeitura de Suzano para divulgar as vagas falsas. A prefeitura da cidade, agora, alega que também foi vítima de estelionato.
A quadrilha oferecia vagas na área da construção civil fora do Brasil, em países como EUA e Portugal. Os pagamentos eram entre R$ 6 mil e R$ 30 mil.
“Eles falaram bonito, prometeram sonhos. Deixamos currículos e fizeram nosso cadastro, pedindo R$ 180 para o exame psicossocial. Mais tarde ligávamos para saber dos resultados, que nunca chegavam”, disse um dos candidatos.
Pessoas de todo o Brasil vieram para São Paulo se candidatar e participar das entrevistas. Além da taxa de R$ 180 que a quadrilha pedia para o exame psicossocial, muitos gastaram com passagens aéreas, hospedagem e alimentação.
No dia do flagrante, a Polícia encontrou 140 pessoas que iriam realizar o pagamento dos exames e outras 90 pessoas que já haviam pagado e esperavam os resultados. A Polícia apreendeu cerca de R$ 15 mil.
O caso foi registrado no 11º DP Santo Amaro.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.