Passageiros sofrem com falta de manutenção em pontos de ônibus da Av. Atlântica

0
522

As paradas de ônibus estão enferrujadas, cartazes bloqueiam informações sobre os ônibus e não há iluminação nos pontos

 

 

Assim como os pontos de ônibus de uma das principais vias de São Paulo, a Av. Santo Amaro, que estão em estado precário de manutenção, conforme a Grupo Sul News já mostrou, os pontos de ônibus da Avenida Atlântica, na Capela do Socorro, também estão.
Passageiros que costumam esperar pelos ônibus nas paradas da Av. Atlântica estão acostumados com a falta de manutenção das estruturas metálicas que, em diversos pontos, estão enferrujadas, incluindo os bancos. Nem todos os pontos têm lixeiras, e a reportagem presenciou lixeiras jogadas no chão.
As placas informativas com a numeração das linhas de ônibus estão sujas, riscadas e com cartazes colados impedindo a leitura das informações. Na parada Primo Tisseli, por exemplo, faltam partes da cobertura, o que deixa menos espaço para os passageiros que estão à espera dos ônibus se protegerem da chuva ou do sol.
Além disso, não há luminosidade nos pontos da Av. Atlântica e apenas os postes elétricos da avenida são insuficientes, o que gera uma sensação de insegurança durante a noite. A Avenida também tem um ciclofaixa, mas, em parte dela a pintura vermelha, que indica faixa de bicicletas, está gasta e já não tão visível.
Em nota, a Prefeitura informou que: “o Departamento de Iluminação Pública – ILUME esclarece que a equipe de manutenção percorreu toda a extensão da Avenida Atlântica, quando foi verificada a necessidade de troca de cinco lâmpadas ao longo da via. O serviço foi realizado na última quarta-feira (17).
Com relação aos pontos de ônibus, a São Paulo Obras (SPOBRAS) informa que estes equipamentos não estavam incluídos no contrato de concessão vigente, firmado em 2012, que prevê a instalação, manutenção e substituição por equipamentos novos. Ciente disso, a SPObras realizou um levantamento da quantidade de pontos de ônibus na mesma situação para elaboração de uma nova licitação para a manutenção desses equipamentos. O edital está em elaboração. Atualmente, o processo está em fase de levantamento de custos/orçamento.
No momento, 10,3 km de ciclovias estão sendo revitalizados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Além disso, o Programa de Metas da Prefeitura prevê ainda a requalificação de 310,60 quilômetros da malha existente, no biênio 2019/2020.
Cabe ressaltar que as ciclovias que passaram pelo programa Asfalto Novo estão recebendo o novo padrão de sinalização e segurança previstos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Essas vias recebem a instalação de elementos de sinalização como tachas e tachões para segregar as bicicletas dos demais veículos e evitar invasões, além de linhas divisórias nas cores branca e vermelha. A pintura do fundo vermelho é feita apenas nas aproximações dos cruzamentos. As estruturas contam ainda com placas de regulamentação e pictogramas no solo reforçando que o local é destinado aos ciclistas”.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.