Núcleo Descerimonioso de Teatro estreia Uma Branca Sombra Pálida no Teatro Commune

0
532

Espetáculo inspirado em conto de Lygia Fagundes Telles faz quatro sessões em São Paulo


O Núcleo Descerimonioso de Teatro estreia o espetáculo Uma Branca Sombra Pálida, livremente inspirado no conto de Lygia Fagundes Telles. A dramaturgia é de Vinicius Garcia Pires e a direção é de Mario Spatizziani. A temporada será de 9 a 17 de setembro, sábados, às 21h e domingos, às 19h, no Teatro Commune. Os ingressos custam R$60,00 (inteira) e R$30,00 (meia-entrada), na Plataforma Sympla.

A peça traz a história de uma mãe que vai visitar o túmulo da filha e confronta suas memórias na tentativa de compreender sua morte. Durante essa jornada, as experiências trazem a tona temas como solidão, relações familiares e preconceitos. O elenco é formado por Elle Henriques, Felipe Palmer, Lara Arvati e Natália Foschini.

“Quando nos reunimos para pensar num novo projeto pós-pandemia, existia um interesse comum de investigar e tentar compreender o surgimento do radicalismo conservador como discurso e ações no cidadão comum. Vivemos momentos duros e o diálogo está fora de moda apesar do uso constante da palavra “empatia”. Diante disso, iniciamos uma série de leituras de textos teatrais e outras possíveis inspirações em busca dessa personagem central conservadora. Foi aí que encontramos um conto de Lygia Fagundes Telles que trazia essa personagem cheia de camadas e possibilidades de aprofundamento para nossa investigação e criação”, destaca Mario Spatizziani.

Lygia Fagundes da Silva Telles foi uma das mais notáveis e importantes escritoras brasileiras do pós-modernismo, reunindo em suas obras temas como a morte, o amor, o medo, a loucura e a fantasia. Advogada, romancista e contista, Lygia integra a Academia Brasileira de Letras e atuou como funcionária pública até a aposentadoria, além de ser presidente da Cinemateca Brasileira, fundada pelo marido Paulo Emílio. Entre as principais obras escritas estão: “As Meninas”, “Antes do Baile Verde”, “Ciranda de Pedra”, “As Horas Nuas”, “Cacto Vermelho” e “A Noite Escura e Mais Eu”, obra em que está o conto “Uma Branca Sombra Pálida”. Quanto aos prémios, a autora foi laureada com Prêmio jabuti, APCA, Prêmio Camões e foi a primeira mulher brasileira a ser indicada ao Nobel de Literatura.

Parte superior do formulário

Sobre o Núcleo Descerimonioso de Teatro

O Núcleo Descerimonioso de Teatro, fundado em 2014, é um grupo dedicado à pesquisa e experimentações teatrais. Durante sua trajetória, produziram espetáculos marcantes, como “Amor Fragmentado em 70 minutos”, selecionado para o Festival de Teatro da Cidade de São Paulo. Sob a orientação de Luiz Fernando Marques Lubi, também criaram “Apenas um (re)trato de família”, com apresentações em Santo André e São Paulo. Explorando novos horizontes, o grupo desenvolveu o espetáculo “Experimento Tennessee”, inspirado na dramaturgia de Tennessee Williams e dirigido por Mario Spatizziani.

Em 2020, estrearam o espetáculo “Para os dois lados”, com dramaturgia de Vinicius Garcia Pires e direção de Mario Spatizziani. Infelizmente, a pandemia interrompeu a temporada. Agora, desafiados pelo momento atual, o Núcleo apresenta a “Ocupação Descerimonioso” no Teatro Commune, em São Paulo, de 9 de setembro a 1º de outubro, com os espetáculos “Uma Branca sombra pálida”, inspirada na obra de Lygia Fagundes Telles, e uma nova temporada de “Para os dois lados”, ambos com dramaturgia de Vinícius Garcia Pires e direção de Mario Spatizziani.

Sinopse

Livremente inspirado no conto homônimo de Lygia Fagundes Telles, Uma Branca Sombra Pálida traz a história de uma mãe que vai visitar o túmulo da filha e confronta suas memórias na tentativa de compreender sua morte. Durante essa jornada, as experiências trazem a tona temas como solidão, relações familiares e preconceitos.

Ficha Técnica

Livremente inspirado na obra de Lygia Fagundes Telles.

Dramaturgia: Vinicius Garcia Pires.

Concepção, cenografia, iluminação e direção: Mario Spatizziani.

Elenco: Elle Henriques, Felipe Palmer, Lara Arvati e Natália Foschini.

Produção Executiva: Mario Spatizziani.

Produção: Alex Olobardi e Mariele de Souza.

Assessoria de imprensa: Afeto Comunicação.

Serviço

Local: Teatro Commune – R. da Consolação, 1218 – Consolação – São Paulo (próximo ao Metrô Higienópolis-Mackenzie).

Estreia: 09/09. Sábado, às 21h.

Temporada: 09 a 17/9. Sábados, às 21h. Domingos, às 19h.

Duração: 50 minutos.

Classificação: 12 anos.

Ingressos: R$60,00 (inteira) e R$30,00 (meia-entrada).

Link para compra: https://www.sympla.com.br/eventos?s=uma%20branca%20sombra%20p%C3%A1lida


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.