Nos primeiros meses de 2021, Polícia prende 41 pessoas por crimes na região da Ponte Estaiada

0
59

Esse reforço na segurança da região acontece após motociclistas serem atacados e duas pessoas terem morrido, em uma semana, durante um assalto. Além das prisões, 2.849 veículos foram vistoriados e 6.265 pessoas foram abordadas


De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, de janeiro a fevereiro deste ano, 41 pessoas foram presas nas imediações da Ponte Octávio Frias de Oliveira, conhecida como Ponte Estaiada, no Brooklin. Além das prisões, 2.849 veículos foram vistoriados e 6.265 pessoas foram abordadas.

No primeiro final de semana de fevereiro, a Polícia realizou a Operação Grandes Corredores nas marginais Pinheiros e Tietê, com equipes policiais de moto, na intenção de prevenir roubos e furtos por ladrões que também utilizam motos. “Também foram realizados bloqueios viários na Avenida Boaventura José Rodrigues, importante acesso à Marginal Pinheiros. Uma operação focada na fiscalização de automóveis e motocicletas, com o objetivo de identificar os responsáveis por crimes praticados na região”, disse o comandante Rodrigo Sanches Félix.

A Secretaria também informou que o trabalho de investigação da Polícia Civil na área é constante para identificar e prender autores de crimes.

Esse reforço na segurança da região acontece após motociclistas serem atacados e duas pessoas terem morrido, em uma semana, durante um assalto. Um dos casos é a morte do motorista Francisco Miranda da Silva, no dia 25 de janeiro. Ele seguia na pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Interlagos, quando tentou desviar de um outro assalto que ocorria no local. Nesse momento ele levou um tiro na cabeça e os criminosos fugiram.

De acordo com as estatísticas de segurança, os dois roubos seguidos de morte (latrocínio) que aconteceram perto da Ponte Estaiada já equivalem aos latrocínios registrados na duas Delegacias de Polícia da região, no 34º DP Vila Sônia e 96º DP Monções, nos anos de 2019 e 2020.

“O trabalho de investigação da Polícia Civil resultou na identificação e detenção de três suspeitos, sendo um adulto e dois adolescentes, responsáveis pela morte de um engenheiro, de 33 anos, em janeiro deste ano. Os criminosos atiraram na vítima durante uma tentativa de assalto, na Avenida das Nações Unidas. As prisões ocorreram em fevereiro deste ano”, informou a Secretaria da Segurança Pública.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.