12.1 C
São Paulo
sexta-feira, 20 maio, 2022
Mais

    Mulher é sequestrada em estação da Linha 5-Lilás

    Mais lidas

    Uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar está na estação Adolfo Pinheiro e negociou a liberação da mulher, que está bem


    Por volta das 16h desta terça-feira (8), uma mulher foi feita refém dentro da estação Adolfo Pinheiro, na Linha 5-Lilás do Metrô. Um homem mantinha a mulher refém apontando uma faca para o seu pescoço.

    O homem foi detido pelo Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar

    Uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar esteve no local e conseguiu negociar a liberação da mulher com o sequestrador. De acordo com policiais, o homem sofre de esquizofrenia e não havia tomado remédios. Durante a ação, ele estava desorientado e dizia coisas desconexas.

    O homem foi imobilizado com uma arma de choque após a Polícia disparar um tiro de bala de borracha no peito homem. Depois de libertada, a mulher foi levada para a UPA Santo Amaro sem ferimentos. O homem foi preso e encaminhado para a 11º DP Santo Amaro.

    Durante o sequestro, a ViaMobilidade informou que “a Estação Adolfo Pinheiro encontra-se fechada neste momento devido a questões de segurança pública. A Polícia Militar de SP está atuando no local para a solução da ocorrência e segurança dos demais passageiros. A operação segue normalmente nas outras estações da Linha 5-Lilás”.

    As outras estações da Linha 5-Lilás continuaram funcionando normalmente. Ao passar pela estação Adolfo Pinheiro o trem seguia direto.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    - Patrocinado -

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas