Moradores da Zona Sul vivem com medo de assaltos no transporte público

2
91

Desde o ano passado, ônibus que saem do Terminal Santo Amaro e vão para bairros de Interlagos sofrem arrastões de quadrilhas

 

Uma dupla ou trio entra em um ônibus no Terminal Santo Amaro. Dois caminham para o fundo do veículo enquanto o terceiro fica sentado perto do motorista. Quando o ônibus passa perto do ponto da Estação Socorro, os indivíduos anunciam o assalto e fazem um arrastão. Quando passam pela Ponte do Socorro, eles fogem e deixam os passageiros sem nada.
“O cara estava armado. Não levou meu celular porque o rapaz do lado levantou e ele se assustou. O motorista abriu a porta e eles correram. Eram três assaltantes, uma mulher e dois homens. Eles entraram no Terminal e quando chega na Av. das Nações Unidas, logo após a Estação Socorro, eles começam a descer”, descreve uma vítima.
Esse é o retrato do que acontece em algumas linhas de ônibus da Zona Sul. Os primeiros relatos foram em agosto do ano passado, conforme noticiado pelo Grupo Sul News anteriormente. Os assaltos acontecem geralmente às 22h30, mas também há relatos de casos que aconteceram por volta da meia noite.
No dia 8 de março, uma jovem relatou nas redes sociais que dois homens armados com uma faca e um revólver invadiram o ônibus da linha 6091-10, que seguia para Vargem Grande, e levaram todos os pertences dos passageiros, além de agredirem o motorista. Três dias depois, outro assalto aconteceu na linha 6030-10, Unisa Campus 1. Também já ocorreram assaltos nas linhas 6027-10, Jardim Graúna e 6062-10, Jardim Castro Alves.
A SPTrans informou que “mantém contato com a Guarda Civil Metropolitana e a Polícia Militar em relação às ocorrências de roubos e furtos na região. Entre janeiro e fevereiro de 2019, a Central de Operações da SPTrans foi informada de 29 ocorrências, nenhuma no interior dos Terminais. No caso de assaltos no interior dos ônibus, a SPTrans orienta o motorista a não reagir e após o ocorrido conduzir o ônibus até a delegacia de polícia mais próxima para que as vítimas registrem o boletim de ocorrência”.
A Secretaria de Segurança Pública disse que “a 6ª Seccional, em parceria com o 11ºDP (Santo Amaro) – que cobre a área, investiga todos os casos registrados. O trabalho realizado pela polícia possibilitou a redução de 5,66% dos roubos em janeiro, em comparação com mesmo período do ano passado. Em janeiro, 97 pessoas foram presas”.
- Patrocinado -

2 COMENTÁRIOS

  1. Estou assustada com tudo isso, mais segurança no transporte público, já que a passagem já está tão cara

  2. Sou morador da cidade dutra, e dependo de transporte publico pra ir estudar. Estou de saco cheio dessa situação. TODA SEMANA estão assaltando a linha 6030-10 (Unisa Campus) 6029-10 (Castro Alves) e ouvi boatos de estarem assaltando a linha 637J-10 (Vila sao josé) também. Que inferno. Quem usa ônibus são pessoas pobres, até o pouco que temos querem tirae agora? aonde vamos parar? Ta na hora de colocarem um policial dentro de cada ônibus pra acabar com isso, afinal, pagamos impostos pra isso n é mesmo?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.