23.8 C
São Paulo
quarta-feira, 29 junho, 2022
Mais

    Metrô pretende instalar portas em plataformas de mais cinco estações da Linha 5-Lilás

    Mais lidas

    A instalação das portas, no entanto, já deveria ter sido realizada e, por causa do atraso, a empresa Bombardier já foi multada em mais de R$ 50 milhões. Apenas sete estações da linha, que no total tem 17 estações, já tem portas funcionando:  Eucaliptos, Borba Gato, Brooklin, Adolfo Pinheiro, Hospital São Paulo, AACD-Servidor e Santa Cruz


    Até o fim de 2020, o Metrô de São Paulo pretende finalizar a instalação e iniciar o funcionamento das portas de plataformas de cinco estações da Linha 5-Lilás:  Alto da Boa Vista, Moema, Chácara Klabin, Largo Treze e Campo Belo.

    As portas na estação Alto da Boa Vista, que começou a receber os equipamentos em março, no entanto, só vão funcionar em 2021. Segundo a Secretaria de Mobilidade e Transportes (STM), o funcionamento ficará para janeiro “por depender de ajustes na sincronização do sistema de controle de trens com as portas”.

    A instalação das portas, no entanto, já deveria ter sido realizada e, por causa do atraso, a empresa Bombardier já foi multada em mais de R$ 50 milhões. Apenas sete estações da linha, que no total tem 17 estações, já tem portas funcionando:  Eucaliptos, Borba Gato, Brooklin, Adolfo Pinheiro, Hospital São Paulo, AACD-Servidor e Santa Cruz.

    As outras cinco estações restantes (Santo Amaro, Giovanni Gronchi, Vila das Belezas, Campo Limpo e Capão Redondo) só terão suas portas de plataformas em 2021. Mas a STM garantiu que o processo de importação dos equipamentos e montagem já começou.

    De acordo com a Secretaria de Mobilidade e Transportes, a instalação de portas de plataforma em todas as 17 estações da Linha 5-Lilás, faz parte de “complexo processo que envolve não só a instalação física sem parar a operação, mas a adequação de sistemas e protocolos de testes para obtenção de certificados de segurança. Esse equipamento traz mais segurança ao passageiro e melhora a circulação dos trens, com a redução de interferências na via”.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas