Maioria dos bairros da Zona Sul não tem Ruas de Lazer

0
563

Na década de 70, cerca de 1.000 ruas da capital paulista eram fechadas para atividades de lazer e recreação. Hoje, porém, apenas 51 vias da capital são aproveitadas pelos moradores, aos domingos


Para estimular a apropriação do espaço público, desde 1970 a Prefeitura mantém um projeto chamado Ruas de Lazer, em que um munícipe pode cadastrar a rua em que mora para que, aos domingos, a via seja fechada para veículos e, das 10h às 16h, atividades de lazer e recreação sejam realizadas pelos moradores.

De acordo com a administração municipal, antigamente, cerca de 1.000 ruas participaram do projeto. Atualmente, porém, apenas 33 ruas em 12 das 32 Subprefeituras aderiram ao programa, segundo informa o site da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

No entanto, o recente Mapa da Desigualdade da Primeira Infância, divulgado pela Rede Nossa São Paulo, informa um número menor de Ruas de Lazer distribuídas pela cidade: 21 vias, em 16 bairros. Entre elas, poucas na Zona Sul: quatro ruas no Capão Redondo, duas ruas no Campo Limpo, duas ruas em Santo Amaro e uma rua na Vila Mariana.

Segundo o Mapa, os distritos de Campo Belo, Campo Grande, Cidade Ademar, Cidade Dutra, Grajaú, Itaim Bibi, Jabaquara, Jardim Ângela, Marsilac, Moema, Parelheiros, Pedreira e Socorro não tem nenhuma rua de lazer.

“As Ruas de Cultura e Lazer funcionam aos domingos e feriados das 10h às 16h. Durante esse período, as ruas são interditadas para o trânsito de automóveis e liberadas para a convivência e lazer das pessoas. De acordo com a lei, os materiais que sinalizam e bloqueiam as vias devem ser fornecidos pelo município. Em muitos distritos, essa é uma das poucas, quando não a única opção de lazer para a população do entorno”, explica a pesquisa.

Em seu site, a Prefeitura explica que, para que uma rua se torne de lazer, a maioria das pessoas que vivem no trecho devem aprovar a ideia. Então, documentos devem ser entregues na Subprefeitura do bairro que, junto com a CET, vai analisar a possibilidade de incluir a rua no programa.

Em nota, a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME) informou um novo número para as Ruas de Lazer da capital: “existem atualmente 51 Ruas de Lazer ativas. O programa tem fluxo contínuo, sempre com atualizações. Atualmente, 32 ruas estão em processo de implantação. Não há nenhum impedimento por parte da Prefeitura para a implantação de novas Ruas de Lazer, que devem seguir as regras conforme decreto nº 55.684, de 12 de novembro de 2014. É vedada a implantação em vias em que haja templos de qualquer culto, hospitais prontos-socorros, velórios, cemitérios, estacionamentos coletivos, linhas regulares de ônibus, pontos de táxi, feiras-livres, bares, lanchonetes, estabelecimentos de alimentação de qualquer natureza ou qualquer outro tipo de comércio. Não é permitida a implantação de Ruas de Lazer com distância inferior, entre si, de 2 km. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) também pode impedir a implantação de Ruas de Lazer com base em seus critérios técnicos”.

Segundo a SEME, a Zona Sul de São Paulo tem atualmente 26 Ruas de Lazer: oito no Ipiranga, cinco em Cidade Ademar, quatro no Campo Limpo, quatro na Vila Mariana, três na Capela do Socorro e duas no M’Boi Mirim.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.