16.4 C
São Paulo
domingo, 26 junho, 2022
Mais

    Leclerc e Sainz transformam início da temporada da F1 em conto de fadas para a Ferrari

    Mais lidas

    Em dobradinha, Ferrari parece ter construído um foguete em 2022; Verstappem e Peres abandonam nas últimas voltas e joga último espaço do podium no colo de Hamilton, que não possui mais o melhor carro do grid


    Neste domingo (20) foi realizado a primeira corrida da temporada 2022 da Fórmula 1,
    disputado no Bahrain e foi uma das estreias mais emocionantes dos últimos anos tendo
    dobradinha da Ferrari, com Charles Leclerc e Carlos Sainz em primeiro e segundo,
    respectivamente.

    A CORRIDA

    Está é a primeira temporada com um novo regulamento de carros totalmente diferente dos últimos anos, da Era Híbrida, ninguém saberia o que esperar da corrida.

    Charles Leclerc largou bem e se manteve em primeiro na primeira curva, que no geral foi uma largada limpa. Valtteri Bottas, com a Alfa Romeo, não teve uma boa largada e caiu de 6° para 14°.

    Kevin Magnunssen, que caiu de paraquedas na sua volta a Haas, devido ao impedimento do piloto russo Nikita Mazepin de correr, reestreou com o pé direito e rendeu elogios de todos que assistiram a corrida. Largou em 7°, chegou a passar o Perez na primeira volta, mas teve dois erros de freada na primeira curva, porém manteve sua posição e terminou nos pontos, em 5°.

    Os fãs da Mercedes e Ferrari inverteram os papéis neste ano, visto que a Ferrari construiu um foguete e a Mercedes se tornou, nitidamente, a terceira força, sem conseguir competir com Rede Bull e Ferrari.

    Um dos grandes momentos da corrida foi na disputa pela liderança após os Pit Stops de
    Leclerc e Verstappen, o piloto monegasco foi surpreendido ao ver Verstappen parar na volta 14 (2,3s), parando ás pressas na volta 15 (3,1s), com isso os dois dividiram a primeira curva. Na volta seguinte, Verstappen, de asa aberta, ultrapassou Leclerc na primeira curva, mas Leclerc abriu a asa antes da curva 4 reassumindo a liderança.

    Inacreditavelmente, Verstappen repete na volta seguinte (17),ultrapassando o rival, mas tomando o troco na curva 4. Na volta 18 os dois continuaram brigando, mas Leclerc manteve-se na liderança.

    Na volta 46, a Alpha Tauri, de Pierre Gasly, pegou fogo no mesmo ponto do acidente de
    Romain Grosjean, em 2020, provocando um safety cara 1 volta depois de Verstappen fazer outra parada, beneficiando e muito Charles Leclerc, que parou e não deu chance pro Super Max surpreender na estratégia.

    O final da corrida foi um conto de fadas para os ferraristas e Mattia Binotto parece não
    acreditar que os dias de luta foram embora para a chegada dos Dias de Glória, como
    cantava Chorão, do Charlie Brown Jr.

    Na relargada, ao invés de Max pressionar Leclerc, foi o Sainz que pressionou Verstappen, e logo depois de cair para 3°, Mas Verstappen apresentou problemas no motor e abandonou a prova.

    Sergio Perez, herdando a 3° posição, teve um problema no carro e rodou na curva 1 da
    última volta, deixando o “limitado” Hamilton com um excelente 3° lugar.

    DESTAQUES POSITIVOS

    A Ferrari mostrou que veio para brigar pelo título e já abre boa vantagem com a dobradinha no Campeonato de Construtores, mas será que numa eventual briga pelo campeonato entre os dois pilotos da casa eles vão interferir ou deixar lutar ?

    Kevin Magnunssen foi surpreendente ao levar a Haas aos pontos com seu 5° lugar. Sem
    tempo de treinar, se deu muito bem com o carro e mostra ao mundo que o motor Ferrari não tem pra ninguém em 2022

    Guanyou Zhou, o primeiro chinês na fórmula 1, teve uma boa corrida de estreia na
    categoria, pela Alfa Romeo, e terminou na zona de pontuação, fez um corrida consistente, ultrapassou quando teve chances e se mostrou maduro suportando todas as pressões de um piloto novato.

    Valtteri Bottas foi um grande destaque, depôs de sair da Mercedes, conseguiu um
    impressionante 6° lugar na corrida com a Alfa Romeo, conquistando uma confiança perdida na temporada passada e mostrando uma gigante evolução da Alfa Romeo, saindo de uma das piores equipes do grid para os dois pontuando nesta etapa.

    DESTAQUES NEGATIVOS

    Red Bull
    Sem dúvidas, é um fim de semana para esquecer na equipe Red Bull, os dois carros
    abandonando nas últimas voltas deixou Christian Horner frustrado ao ver a Ferrari se
    distanciar consideravelmente já na primeira corrida.

    Motores Mercedes
    Os carros da Mercedes, Williams e McLaren, todas com motores Mercedes, tiveram um
    péssimo início de temporada, Lando Norris e Daniel Riccardo flertaram a corrida inteira nas
    últimas colocações, junto com os carros da Williams e Aston Martin, demonstrando, a
    primeiro instante, que são os piores carros do grid.

    Classificação de Pilotos

    1. Charles Leclerc (Ferrari) 26
    2. Carlos Sainz (Ferrari) 18
    3. Lewis Hamilton (Mercedes) 15
    4. George Russell (Mercedes) 12
    5. Kevin Magnunssen (Haas) 10
    6. Valtteri Bottas (Alfa Romeo) 8
    7. Esteban Ocon (Alpine) 6
    8. Yuki Tsunoda (Alpha Tauri) 4
    9. Fernando Alonso (Alpine) 2
    10. Guanyou Zhou (Alfa Romeo)

    Classificação de Construtores

    1. Ferrari 44
    2. Mercedes 27
    3. Haas 10
    4. Alfa Romeo 9
    5. Alpine 8
    6. Alpha Tauri 4
    7. Aston Martin 0
    8. Williams 0
    9. McLaren 0
    10. Red Bull 0


    Os novos carros estão proporcionando novas emoções, pois é um novo estilo de pilotagem, teve muitas ultrapassagens e a Fórmula 1, que teve um campeonato muito emocionante em 2021, promete ser ainda mais emocionante neste ano de 2022!

    A próxima etapa é o Grande Premio da Arábia Saudita, no próximo final de semana, com transmissão da BAND.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas