Itaim Bibi e bairros ricos de SP registram crescimento no uso de bikes nos últimos 10 anos

1
303

Pesquisa Origem e Destino do Metrô de São Paulo revela que o crescimento da bicicleta como principal meio de transporte foi de quase 400% no Itaim Bibi e demais regiões consideradas ricas

 

Pessoas com renda familiar de mais de R$ 10 mil que moram nos bairros do Itaim Bibi, Santana, Moema e na região da Rua Oscar Freire, foram as que mais utilizaram a bicicleta como meio de transporte em 2017, revela a pesquisa Origem e Destino do Metrô de São Paulo.
“Os dados são apurados a cada 10 anos pelo Metrô e, a partir dos resultados, é possível entender a mobilidade e a forma como as pessoas se deslocam na Região Metropolitana de São Paulo. Isso possibilita o mapeamento dos deslocamentos e das atividades econômicas da Grande São Paulo para o planejamento do transporte público”, informa o Metrô.
Nos 10 anos em que a pesquisa foi feita (entre 2007 e 2017), o número de deslocamentos com bikes, cresceram de 3.840 para 19.131, por dia. No Itaim Bibi e demais regiões consideradas ricas, o crescimento foi de quase 400%.
Em 2007, cerca de 304 mil pessoas usavam bicicleta e, 10 anos depois 377 mil pessoas já utilizavam a bike, registrando então um crescimento de 24% da bicicleta como principal meio de transporte na capital paulista. Na região metropolitana, cerca de 107 mil pessoas usam bicicleta todos os dias.
No caso das áreas mais pobres (com renda inferior a R$ 2 mil), houve uma diminuição de 3% no uso da bicicleta, principalmente pela falta de estrutura cicloviária nas periferias.
O crescimento do uso da bicicleta em bairros mais caros afeta também a quantidade de carros por família. Segundo a pesquisa, se em 2007 cerca de 11,3% das famílias tinham dois carros, agora esse registrou baixou para 9,2%.
- Patrocinado -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.