Infarto e AVC são responsáveis por 592 mortes por dia no Brasil

0
864

Segundo Sociedade Brasileira de Cardiologia, fatores de risco como colesterol elevado, hipertensão, sedentarismo, obesidade, diabetes, tabagismo e álcool em excesso precisam ser evitados para que os índices caiam


De cada 10 pessoas que morrem de doenças cardiovasculares no Brasil, seis são vítimas de infartos ou acidentes vasculares cerebrais (AVCs), popularmente conhecidos como derrames. Apesar de ter havido uma queda no número de mortes – de 362.091 em 2016 para 358.852 em 2017 – essa ainda é a maior causa de óbitos no país.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), os homens são as principais vítimas das doenças cardiovasculares. Em 2017, 187.956 óbitos no sexo masculino foram registrados no Brasil. Entre as mulheres foram 170.896. Mas esta diferença já foi muito mais acentuada. Há 50 anos, para cada 10 mortes por doenças cardiovasculares, nove eram homens e apenas uma era do sexo feminino. “A jornada dupla ou até mesmo tripla das mulheres contribuem para este quadro negativo, uma vez que o estresse é um fator de risco para as doenças cardiovasculares”, ressalta o diretor de Promoção da Saúde Cardiovascular da SBC, Fernando Costa.

Os homens lideram as estatísticas de infarto, 67.210, enquanto foram registradas 47.840 mortes pelo mesmo motivo no sexo feminino. Já os AVCs são equilibrados (50.919 entre homens e 50.269 entre mulheres). Uma das justificativas para o número elevado de mulheres vítimas de derrame está na menopausa, quando as mulheres perdem a proteção hormonal e se tornam mais vulneráveis as doenças cardiovasculares. Muitas vezes, com mais gravidade do que os homens. “Há um indicativo de que a mulher tenha maior fragilidade vascular que os homens, mas ainda não há um trabalho científico que sustente de forma definitiva essa tese”, explica Fernando Costa.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.