#Há50Anos: QUEM SALVARÁ A GUARAPIRANGA?

0
82

Em 4 de dezembro de 1970, a Gazeta de Santo Amaro publicou a seguinte pergunta em sua manchete de capa: “QUEM SALVARÁ A GUARAPIRANGA?”

Em nota, uma explicação: “O Grupo Executivo do Planejamento da Prefeitura está definindo em Lei providências necessárias e suficientes para preservar as condições da represa de Guarapiranga”.

O jornal explica que, “em 1929, quando o governo do Estado empreendeu o aproveitamento da reprêsa de Guarapiranga para complementar o suprimento de água à população, não se exigia cuidados especiais de ordem sanitária. Isto, devido ao pequeno volume de água que dali era retirado – 1 metro cúbico por segundo – e às condições de habitação e frequência de área, existentes naquela época”.

As providências consistiam em:

“1) habitação de pequena densidade, considerando as áreas contíguas à represas e as situadas a relativa distância fixando condições correspondentes

2) áreas para recreação infantil, juvenil e de adultos, com programação adequada

3) áreas verdes, com função paisagística e como reservas para contribuir com o armazenamento, procurando assegurar aquêle mínimo de condições de amenidade necessárias”.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.