Governo lança novo RG com inclusão de nome social e QR Code para aumentar a segurança

0
369

A inclusão do nome social não obriga a alteração no registro civil. A nova versão do RG tem o número do título de eleitor, da carteira de trabalho e previdência social, da carteira nacional de habilitação, entre outras informações


O Governo de São Paulo lançou um novo modelo de Carteiras de Identidade (RG), atendendo a um decreto federal que pretende padronizar documentos no país até março de 2020.

Segundo o Governo, o novo RG tem “novos dispositivos que aumentam a segurança contra falsificação”, com a inclusão de um QR Code (código de barras) e traz “benefícios para a população, como a possibilidade da inclusão de nome social sem a necessidade de alteração no registro civil”.

Apesar de ser mais reduzido, o documento contém mais informações e inclui registros como: título de eleitor, numeração da carteira de trabalho e previdência social, certificado militar, carteira nacional de habilitação, documento de identidade profissional, carteira nacional de saúde e NIS/PIS/PASEP.

O novo modelo de carteira de identidade pode ter também indicativos para portadores de necessidades especiais e códigos do CID, o Código Internacional de Doenças. Esses registros são incluídos apenas se o cidadão quiser.

Quem for tirar o RG pela primeira vez (gratuito) ou para quem necessita da segunda via (R$39,80), já vai receber o novo modelo. A versão antiga, no entanto, continua valendo.

Todos os postos do Poupatempo no Estado já emitem a nova versão do RG. É preciso agendar horário para ser atendido.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.