Governo de SP leiloa Linha 9-Esmeralda da CPTM para a iniciativa privada por 30 anos

0
4

Essa é a primeira vez que o Governo de São Paulo oferece linhas da CPTM para a iniciativa privada. A empresa vencedora do leilão foi o Consórcio ViaMobilidade Linhas 8 e 9, formado por Grupo CCR e Ruas Invest e Participações S/A, que já opera as linhas de Metrô 4-Amarela, 5-Lilás e 17-Ouro do Monotrilho


Com uma oferta de R$ 980 milhões pela outorga fixa, o Consórcio ViaMobilidade Linhas 8 e 9, formado pelo Grupo CCR e Ruas Invest e Participações S/A, é o novo administrador das Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda da CPTM. O leilão aconteceu no dia 20 de abril e dá o direito de o Consórcio administrar as linhas por 30 anos.

O Consórcio ViaMobilidade já administra as linhas de Metrô 5-Lilás e 17-Ouro do Monotrilho. Além disso, a CCR e a Ruas Invest e Participações S/A também operam a Linha 4-Amarela.

Essa é a primeira vez que o Governo de São Paulo oferece linhas da CPTM para a iniciativa privada e, segundo o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, o investimento de R$ 3,2 bilhões na nova concessão é uma oportunidade para elevar “a CPTM a uma condição de transporte cada vez mais qualificada, ao que o Governador chamou de ‘padrão Metrô’, com menores intervalos, estações cada vez mais novas e acessibilidade”.

As Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda têm a capacidade de transportar 1,1 milhão de passageiros todos os dias e, juntas, têm 79 km de extensão com 43 estações. Para melhorar essa infraestrutura, o Consórcio ViaMobilidade terá que investir R$ 3,2 bilhões na aquisição de trens, aprimoramento das estações e outras melhorias.

Apenas a Linha 9-Esmeralda transporta cerca de 590 mil pessoas por dia e, com a expansão de três estações, o movimento deve subir para 611 mil passageiros diariamente.

As três estações em construção são: Varginha, Mendes-Vila Natal e João Dias, sendo que a Estação João Dias está sendo construída pela iniciativa privada. No total, o investimento público nas estações Varginha e Mendes-Vila Natal para a extensão da Linha 9-Esmeralda é de R$ 945 milhões, sendo R$ 500 milhões da União e R$ 445 milhões do Governo de São Paulo.

Segundo o vice-governador Rodrigo Garcia (PMDB) relatou em suas redes sociais, no entanto, a estação Mendes-Vila Natal deve ser entregue em junho deste ano e, como esperado, a estação Varginha será entregue em 2022.

“Serão beneficiados os moradores do extremo sul de São Paulo: Grajaú, Estrada dos Mendes, Varginha, Vila Natal, Jardim Icaraí, Jardim São Bernardo e Conjunto Residencial Palmares”, disse o vice-governador.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.