Frase “PARE O ABUSO DE PODER” é pintada na Ponte Estaiada em protesto antirracista

0
48

Essa já é a 7ª frase que o coletivo NósArtivistas pinta em vias da capital para dar espaço a comportamentos antirracistas. As frases começaram a ser pintadas depois que João Alberto Silveira Freitas, homem negro, foi morto por seguranças de uma unidade do supermercado Carrefour em novembro do ano passado, em Porto Alegre


Em mais uma manifestação contra o racismo, outra via importante da capital paulista recebeu a pintura de uma frase para fortalecer o fim do preconceito racial. Dessa vez, a frase “PARE O ABUSO DE PODER” foi pintada em uma faixa da Ponte Octávio Frias de Oliveira, conhecida como Ponte Estaiada, no Brooklin.

“Essa é mais uma possibilidade de construção, de ponte pro futuro. Então, quando a gente fala da importância da Ponte Estaiada, eu acho que é o símbolo também de uma ponte, de algo que a gente quer construir pro futuro”, explicou o artista Kléber Pagu, do coletivo NósArtivistas.

Essa já é a 7ª frase que o coletivo pinta em vias da capital para dar espaço a comportamentos antirracistas:

  • Av. Paulista: “VIDAS PRETAS IMPORTAM”;
  • Av. 9 de Julho: “O FUTURO É UMA MULHER PRETA”;
  • Minhocão: “SILÊNCIO É APAGAMENTO”;
  • Bairro São Mateus: “ESTÁ NASCENDO UM NOVO LÍDER”;
  • Bairro Jardim Elba: “SALVE NOSSAS CRIANÇAS”;
  • Av. Faria Lima: “BUSQUE RACISMO ESTRUTURAL”.

As frases começaram a ser pintadas depois que João Alberto Silveira Freitas, homem negro, foi morto por seguranças de uma unidade do supermercado Carrefour em novembro do ano passado, em Porto Alegre.

Só no ano passado, o Brasil registrou 12 mil casos de racismo e injúria racial e o Estado de São Paulo lidera esse ranking com o maior número de ocorrências: 2.206 casos de injúria racial e 164 casos de racismo.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.