Evento online une informação e arte para conscientizar sobre o câncer de mama

0
53

No dia 31 de outubro, a dançaterapeuta Sâhnya Khaly reunirá dançarinos e profissionais da saúde no “Eu Sou Rosa”, evento sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. A ação também é beneficente e vai ajudar a Casa Cajec, um lar de apoio à criança e ao adolescente com câncer e transplantado


Você tem observado suas mamas? Você já marcou seus exames anuais? Você conhece seus fatores de risco? Essas três perguntas têm sido feitas pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama para lembrar as mulheres da importância de cuidar de si mesmas e se prevenirem contra o câncer de mama.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), “o câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama. Esse processo gera células anormais que se multiplicam, formando um tumor”. Esse tumor pode evoluir de maneira rápida ou lenta, por isso a importância dos exames anuais de prevenção.

A estimativa do INCA é que neste ano surjam mais de 66 mil novos casos de mulheres e homens com câncer de mama, sendo que mais de 17 mil mulheres e menos de 200 homens podem morrer vítimas da doença.

Evento “Eu Sou Rosa” em 2019

Para conscientizar as mulheres sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, desde o ano passado a dançaterapeuta Sâhnya Khaly promove o evento “Eu Sou Rosa”. Em 2019, o evento reuniu apresentações de dança, massoterapia, palestras com médicos e terapeutas, exames gratuitos, atendimento com advogados, feira de produtos, oráculos e espaço de alimentação.

“Foi um evento dançante, levei bailarinos de vários locais, cantores. Eu quis aliar a informação com a cultura; com delicadeza e alegria”, explica a idealizadora do evento.

Neste ano, devido a pandemia da Covid-19, o evento já está acontecendo pela internet: na página do “Eu Sou Rosa” no Facebook é possível ter acesso a vídeos de pessoas que participaram do evento no ano passado e também de palestras com profissionais da saúde. No dia 31 de outubro, às 13h, haverá uma transmissão ao vivo com a presença de cantoras e bailarinos, além de advogado, uma psicóloga e médica para informar sobre a doença e trazer entretenimento.

Além do movimento em prol da prevenção contra o câncer de mama, o evento é beneficente e vai ajudar a Casa Cajec, um lar de apoio à criança e ao adolescente com câncer e transplantado.  “Todos os bailarinos que enviam vídeos fazem um depósito de 20 reais para a casa. Ano passado tive o apoio do hospital Pérola Byington. Esse ano resolvi ajudar a casa em que moram 17 crianças e suas mães. Quando você ajuda uma criança, você ajuda a mulher, a mãe”, explica Sâhnya.

Para realizar o evento “Eu Sou Rosa”, Sâhnya se inspirou em casos que aconteceram na sua família. “Minha vó faleceu e uma tia se curou. Eu acho que é algo que precisa de mais divulgação e conscientização. Um dos maiores tratamentos é o antes: o que a mulher pode fazer. Acredito que muitas mulheres ainda não sabem da importância do exame, de se olhar, se tocar”, reflete a dançaterapeuta.

Segundo o INCA, os principais sintomas do câncer de mama são:  caroço fixo e geralmente indolor, que pode ser detectado quando a mulher apalpa a mama; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço; saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

Para participar do evento “Eu Sou Rosa”, basta acompanhar a página no Facebook: https://www.facebook.com/eusourosa

Para ajudar a Casa Cajec, acesse: http://www.cajec.org.br/


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.