Em reabertura na Fase de Transição, Parque Ibirapuera registra aglomerações

0
3

Primeiramente, nos portões de acesso ao parque houve fila de carros que queriam estacionar. Dentro do parque, havia muitas pessoas fazendo caminhada, correndo, andando de bicicleta; porém, foi difícil manter o distanciamento social


Depois de 28 dias de fase emergencial e mais seis dias de fase vermelha, em 18 de abril o Governo de São Paulo deu início a “Fase de Transição” do Plano São Paulo, que determina a reabertura do comércio de maneira gradual.

Então, no último sábado (24), foi a vez da reabertura de parques, salões de beleza, restaurantes e lanchonetes, cinemas, teatros e museus, academias e centros esportivos.

A ansiedade para sair de casa e respirar ar puro era grande e o Parque Ibirapuera, que está funcionando das 6h às 18h até 30 de abril, foi palco de aglomerações.

Primeiramente, nos portões de acesso ao parque houve fila de carros que queriam estacionar. Dentro do parque, havia muitas pessoas fazendo caminhada, correndo, andando de bicicleta; porém, foi difícil manter o distanciamento social.

A administração do Parque Ibirapuera informou que “é exigido o uso de máscara, distanciamento social e disponibilizamos álcool em gel para o público, em diferentes pontos do parque. Nossas equipes estão devidamente treinadas para evitar aglomerações. Lembramos que os esportes coletivos estão proibidos. Contamos, também, com a ajuda da população. Unindo forças conseguiremos vencer a pandemia e manter o parque seguro para todos”.

Outro local da Zona Sul que registrou aglomeração em sua reabertura foi o Aquário de São Paulo que trocou os ingressos por 2 kg de alimento de cada visitante e arrecadou oito toneladas de alimentos no final de semana. Essa campanha, aliás, acontece até a próxima sexta-feira (30).

“Não excedemos em nenhum momento a cota de visitação de 25% do Plano SP. Muita gente foi lá fazer doações voluntárias e não quis entrar. Nossos funcionários estão orientados, e a gente sabe que o movimento nos finais de semana é maior. Essas cenas não devem se repetir durante a semana, e estamos muito atentos aos protocolos sanitários no sentido de conter a pandemia”, informou o Aquário de São Paulo.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.