Centro Cultural de Santo Amaro realiza várias ações durante os festejos de aniversário

0
357

O coral Mulheres Cantoras, com 22 integrantes, se apresentou no coreto da Praça Floriano Peixoto


O coral Mulheres Cantoras do Centro Cultural de Santo Amaro (CCSA) realizou uma apresentação no coreto da Praça Floriano Peixoto. Sob a regência da maestrina Ana Marion Loiola, 22 mulheres cantaram sucessos da MPB e colocaram os frequentadores da praça para cantar.

“Nosso grupo é novinho, começou no ano passado. É a primeira vez que nos apresentamos fora de casa e já estamos aqui cantando no coreto. É uma honra”, disse a maestrina.

Para a professora Francisca Fabiana, moradora da região há mais de 30 anos e frequentadora assídua do Centro Cultural, “as comemorações do aniversário de Santo Amaro contemplam a grandeza do bairro e ele precisa ser comemorado”.

Moradora de Santo Amaro há quase 50 anos, a Dna. Jandira Escalezzi (79 anos) é uma senhora bastante ativa. Participa de várias atividades esportivas e também de todas as apresentações do coral. Com dois filhos, 4 netos e 3 bisnetos, para ela “é muito bom, já não é a primeira vez que eu participo, é muito gratificante”, disse Dna. Jandy como se apresenta artisticamente.

Tendo como lema: “A cultura em ação é o horizonte sendo ampliado”, o CCSA foi inaugurado em 04 de abril de 1965, como Biblioteca Presidente Kennedy. Em 2005 teve seu nome alterado para Biblioteca Prestes Maia e o prédio foi tombado pelo Patrimônio Histórico em 14/10/2014. Foi nominado Centro Cultural Santo Amaro em dezembro de 2016.

A partir da gestão de Antonia Andréa Sousa, oferece entre as atividades, oficinas artísticas e educativas, palestras, seminários, workshops, ações de arte e educação, encontros de empreendedorismo e convivência criativa. Agrega parceiros como: IMBRA (Instituto Muda Brasil) desenvolvendo projetos, tais como: jovens aprendizes, cidades criativas e jovens transformadores; e acolhe alguns grupos de anônimos como, por exemplo, “Mulheres que amam demais”.

O Centro Cultural é o único espaço público da Zona Sul a ganhar um selo de acessibilidade da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência.

Para Andrea Sousa, Coordenadora do CCSA, “o pulsar de Santo Amaro, que foi vocacionado para a diversificação e diversidade, percorre no Centro Cultural de Santo Amaro. Minha maior alegria é agregar as mais diferentes manifestações, linguagens e instituições para viver Santo Amaro”.

Até o final do mês, o CCSA realizará mais alguns eventos em comemoração ao aniversário de Santo Amaro. Entre eles um parabéns para o bairro com direito a bolo nesse domingo (26), às 17h.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.