Bairros da Zona Sul estão entre os 10 com mais reclamações de barulho

0
763

No primeiro semestre deste ano foram registradas cerca de duas mil queixas de poluição sonora na Zona Sul em comércios, festas de rua, entre outros locais


Das quase 10 mil reclamações de barulho registradas na cidade de São Paulo no primeiro semestre deste ano, cerca de duas mil vem da Zona Sul. Em média, são 52 reclamações de poluição sonora, por dia, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que fez um levantamento com dados do Programa Silêncio Urbano (PSIU), da Prefeitura.

O PSIU recebe denúncias de barulho em comércios, igrejas, instituições de ensino, festas de rua, pancadões, entre outros locais. Só não é permitido fiscalização em obras e residências.

Os 10 bairros com mais reclamações são: Pinheiros (345), Santa Cecília (233), Vila Mariana (220), Sacomã (217), Itaim Bibi (213), Brasilândia (201), Santo Amaro (197), República (196), Mooca (182) e Capão Redondo (180). A maioria das queixas, portanto, surgem de bairros localizados em regiões próximas ao centro e consideradas nobres.

“Festas de jovens, em qualquer classe social ou local, são propícias à infiltração de traficantes e ao excesso de álcool e, por isso, não podemos criminalizar os pancadões. Precisamos oferecer soluções e alternativas que sejam, elas próprias, elementos de prevenção ao uso da violência e ao crime”, afirmou o diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima.

Na Zona Sul, também registram queixas de poluição sonora: Jardim São Luís (142), Jabaquara (137), Campo Limpo (126), Cidade Ademar (124), Moema (119), Grajaú (115), Cidade Dutra (102), Jardim Ângela (80), Pedreira (71), Campo Grande (68), Campo Belo (59), Parelheiros (30) e Socorro (30).

A cidade de São Paulo tem legislação que regula os níveis de barulho em cada região. Em zonas de uso misto (residencial e comercial) é permitido volume de 60 decibéis durante o dia e 50 durante a madrugada. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda limite de 40 decibéis durante a noite.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.