Áreas nobres aumentam casos de dengue. Itaim Bibi mais do que triplicou entre 2021 e 2022

0
1590

Segundo a Prefeitura, áreas periféricas diminuíram casos com ações, mas áreas nobres preocupam


Segundo dados da Prefeitura, o ano de 2022 terminou com um grande aumento no número de casos de dengue em áreas nobres da cidade, no Alto de Pinheiros e no Itaim Bibi, os casos quintuplicaram no ano passado.

Se tratando de número, o Alto de Pinheiros saltou de 21 casos em 2021 de dengue para 112 em 2022, já o Itaim Bibi teve 46 casos em 2021 e contabilizou assustadores 224 novos casos em 2022, aumentando em 387%.

No total, a cidade de São Paulo contabilizou 11;815 casos de dengue no ano de 2022, sendo o maior número em relação ao início da pandemia, aumentando em 58,6% os casos gerais comparado com 2021.

Vale lembrar que a Prefeitura vem reforçando o combate a dengue, principalmente nos bairros periféricos, onde a incidência de dengue é maior, devido a falta de controle de saneamento básico e maior índice de águas paradas nas regiões, mas considerando que o bairro do Cachoeirinha, na Zona Norte, era o líder de número de casos, neste 2022 reduziu de 417 para 273, 34,5% de casos a menos do que em 2021.

O Prefeito Ricardo Nunes havia anunciado que para 2023 a Prefeitura vai dobrar a capacidade de combate ao mosquito Aedes Aegypti com a compra de 5 mil litros de inseticida, 30 novos nebulizadores veiculares e 104 minivans, com previsão de entrega e início do controle do mosquito em fevereiro.

Ao longo de 2022, mais de 5 milhões de ações contra a dengue foram feitas pela Prefeitura, com mais de 2,4 milhões de visitas casa a casa, além de vistoriar 45,29 imóveis e pontos estratégicos.

São 2 mil profissionais que trabalham continuamente nas atividades de controle do mosquito da dengue. Mas a Prefeitura sozinha não consegue prevenir o mosquito sem que os munícipes também não façam sua parte, portanto segue algumas orientações para você contribuir com a queda do número de casos neste 2023:

Utilize repelenta, principalmente nas partes que ficam expostas, como braços e pernas; cubra a maior parte do corpo, quando possível. Sabemos que estamos no verão, mas é sempre bom se prevenir dos raios solares e do mosquito; elimine os focos de água parada, passe o rodo numa poça de água, limpe janelas e portas, elimine a água em excesso de vasos de plantas; aplique inseticidas periodicamente.


SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.