Zona Sul tem dois bairros no ranking de roubos de veículos em 2020

0
2

Segundo o especial “Roubo e Furto de Carros em SP – Os números do Estado”, o endereço mais perigoso da Zona Sul é a Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, localizada no bairro do Jabaquara. Entre 2019 e 2020, houve uma redução de 39,4% na quantidade de roubos de veículos, isso por causa das medidas de isolamento social


No ano passado, 20 mil veículos foram roubados no Estado de São Paulo. Deste total, 9.296 foram roubados na capital paulista. E, deste último total, 441 roubos aconteceram na Zona Sul da capital paulista.

Os dados foram compilados na pesquisa especial “Roubo e Furto de Carros em SP – Os números do Estado”, divulgada em maio deste ano no Boletim Econômico Tracker, realizado pela FECAP, com base nas ocorrências registradas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Entre 2019 e 2020, houve uma redução de 39,4% na quantidade de roubos de veículos, isso por causa das medidas de isolamento social.

“Os dados revelam um moderado crescimento nos últimos 3 meses do ano passado, possivelmente reflexo do afrouxamento das medidas de distanciamento social. No entanto, essa tendência foi revertida nos meses de janeiro e fevereiro de 2021, com registro de queda na comparação de um mês contra o outro”, informa a pesquisa.

Os 441 roubos registrados na Zona Sul de São Paulo acontecerem em apenas dois bairros: Jabaquara (260) e Cidade Ademar (181), os dois únicos bairros da Zona Sul no ranking dos 10 bairros da capital paulista com o maior número de roubos.

Segundo o especial “Roubo e Furto de Carros em SP – Os números do Estado”, o endereço mais perigoso no bairro do Jabaquara é a Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira.

No geral, a cidade de São Paulo registra 46% dos roubos de carros de todo o Estado e isso significa 40,9% menos ocorrências em relação a 2019, também por causa do isolamento social.

“O modo de agir dos criminosos não se modificou, mesmo diante da mudança comportamental da sociedade em tempos de crise sanitária. Em 2020, as práticas de roubo, em sua maioria, ocorreram no período da noite (cerca de 49%). Junto ao período da madrugada (10,56%), correspondem por aproximadamente 60% das ocorrências de roubos de carros. De modo geral, os crimes acontecem em vias públicas (86,81%); os casos em residências representam 4,06% e estabelecimentos comerciais 1,94%”, revela a pesquisa.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.