Zona Sul lidera nas multas por velocidade e com caminhões “entalados” em viaduto

0
156

O radar eletrônico do túnel Ayrton Senna, no Ibirapuera, já recebeu mais de 58 mil infrações e Viaduto General Euclides de Figueiredo é o que mais “entala” caminhões que excedem a altura da via

 

 

O radar instalado pela CET no túnel Ayrton Senna, próximo ao Ibirapuera, em julho do ano passado, se tornou campeão de multas por velocidade, aplicadas por meio eletrônico. Em apenas quatro meses, foram cometidas mais de 58 mil infrações no local. Este é o primeiro radar em um túnel na cidade de São Paulo.
Até o radar eletrônico do túnel Ayrton Senna assumir a liderança das multas, outro radar da Zona Sul era o que mais multava os motoristas da capital: este fica na Avenida dos Bandeirantes, no Campo Belo.
Cerca de 40 mil multas registradas pelo radar do túnel Ayrton Senna foram para motoristas que excederam a velocidade em 20%. Outras 14.229 multas foram para motoristas que estavam entre 20% e 50% acima da velocidade permitida e outras 3.630 multas foram destinadas a quem estava a 50% além da velocidade. Em média, 27 mil veículos passam pelo local todos os dias, de acordo com a CET.
Outro problema frequente no trânsito da capital paulista são os caminhões que ficam presos nos viadutos e pontes, devido ao excesso de altura. O Viaduto General Euclides de Figueiredo, que tem 4,1 metros e fica próximo ao Ibirapuera, é o líder nesta categoria. Entre 2016 e 2017, foram registrados 40 casos de veículos que ficaram “entalados” no local por serem mais altos que a entrada da via.
A média mensal, em toda a cidade, é de 15 caminhões que ficam presos em viadutos ou que paralisam o trânsito, quando os motoristas percebem que não conseguirão seguir adiante.
O Viaduto General Euclides de Figueiredo não está na lista de viadutos que tem risco iminente de ceder, conforme perícia que vem sendo realizada pela Prefeitura, desde a queda do viaduto da Marginal Pinheiros, em novembro do ano passado.
Nesta terça-feira (12/02), a Prefeitura informou que o viaduto deve ser liberado para carros no dia 18 de março, após meses de obras no local. Também nesta terça, os trens da Linha 9-Esmeralda, que estavam com velocidade reduzida ao passar pelo viaduto, voltam a ter circulação normal.
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.