Zona Sul faz mobilização para cadastrar doadores de medula óssea

0
462

A Sociedade Beneficente Equilíbrio de Interlagos realiza o cadastramento em parceria com a ONG Pró Medula e a Santa Casa de São Paulo

 

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), no ano de 2019 podem surgir 10,8 mil novos casos de leucemia, uma das doenças que podem ser tratadas com a doação de medula óssea.
Para tentar aumentar o número de doadores, a Sociedade Beneficente Equilíbrio de Interlagos (SOBEI) realiza, neste sábado (23), o cadastramento de pessoas que pretendem se tornar doadores de medula óssea. A ação foi iniciada este mês com uma palestra para esclarecer como as pessoas pode se tornar doadoras.
Voluntário de mobilização na Pró Medula, Luis Afonso, que já fez tratamento para receber transplante, disse em entrevista ao site da Sobei que se sentiu “amparado por pessoas que eu nem conhecia, e quando tive alta, após o meu transplante de medula, resolvi participar pelo próximo o mesmo que fizeram por mim”.
De acordo com o INCA, para se tornar doador é necessário: ter entre 18 e 55 anos de idade; estar em bom estado de saúde; não ter doença infecciosa transmissível pelo sangue (como infecção pelo HIV ou hepatite); não apresentar história de doença neoplásica (câncer), hematológica ou autoimune (como lúpus eritematoso sistêmico e artrite reumatoide).
O cadastramento de doadores acontece na sede da SOBEI, na Rua Rubens Montanaro de Borba, 477 – Cidade Dutra, das 8h às 12h. A ação de cadastramento é feita em parceria com a ONG Pró Medula e a Santa Casa de São Paulo.
Para mais informações, ligue para: (11) 5666-4543 / WhatApp (11) 99443-0210 ou envie e-mail para [email protected]
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.