Zona Sul de SP lidera prisões por fraudes e furtos de energia elétrica em 2020

0
37

Além de crime, as fraudes e furtos contribuem para tornar a conta de luz mais cara para todos os consumidores. Na Zona Sul, os bairros mais inspecionados e também onde mais aconteceram fraudes foram: Capela do Socorro, Campo Limpo, Santo Amaro e Parelheiros


De acordo com a Enel, distribuidora de energia elétrica em São Paulo, no ano passado a capital paulista teve 167,4 mil ações de combate às fraudes e aos furtos de energia, sendo que foram encontradas 45.071 irregularidades.

Essas ações de combate às fraudes são realizadas em parceria com a Polícia Civil e, em 2020, resultou na detenção em flagrante de 122 pessoas. A Zona Sul da capital paulista registra 44% das prisões, seguida pelas regiões Oeste (23%), Norte (20%) e Leste (10%).

A maioria (78%) dos furtos acontecem em estabelecimentos comerciais e, o restante (22%), em residências.

Na Zona Sul, os bairros mais inspecionados e também onde mais aconteceram fraudes foram:

  • Capela do Socorro: 11.970 inspeções X 1.760 fraudes
  • Campo Limpo: 8.689 inspeções X 831 fraudes
  • Santo Amaro: 7.683 inspeções X 436 fraudes
  • Parelheiros: 846 inspeções X 113 fraudes

No total dos 24 municípios de atuação, a Enel realizou mais de 246 mil inspeções na rede elétrica, recuperando 92 milhões de kWh de energia furtada, o que seria suficiente para abastecer 35,6 mil residências nos mesmos 24 municípios.

A Enel lembra que “as fraudes e furtos são crimes previstos no Código Penal, e a pena pode variar de um a oito anos de detenção. Além disso, também são cobrados dos fraudadores os valores retroativos referentes ao período em que ocorreu a irregularidade, acrescida de multa. São igualmente delituosos tanto as pessoas que executam fisicamente a fraude nas instalações como também os titulares das contas de energia elétrica. Além de crime, as fraudes e furtos contribuem para tornar a conta de luz mais cara para todos os consumidores. Isso ocorre porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) reconhece nas tarifas uma parte das chamadas ‘perdas comerciais’, como são denominados os furtos e as fraudes no jargão do setor elétrico. Esse reconhecimento tem por objetivo compensar parte do prejuízo da distribuidora com o valor da energia furtada e cobrir os custos para identificar e coibir as irregularidades”.

É possível que munícipes denunciem fraudes e furtos de energia elétrica através do aplicativo Enel SP ou do site: www.portalhome.eneldistribuicaosp.com.br  


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.