25.3 C
São Paulo
quinta-feira, 7 julho, 2022
Mais

    Virada da Consciência 2020 debate o racismo e o protagonismo negro com programação online

    Mais lidas

    A 3ª edição da Virada da Consciência, promovida pela Universidade Zumbi dos Palmares e ONG Afrobras, traz o tema “É Floyds! – Os joelhos invisíveis que estão por aí”, em homenagem a George Floyd, homem negro que foi morto por um policial branco nos Estados Unidos e deu origem ao movimento Vidas Negras Importam


    Entre 2008 e 2018, a taxa de assassinatos de pessoas negras subiu 11,5%. Para outros grupos de pessoas, no entanto, a mesma taxa de assassinatos caiu 12,9%.

    Uma mulher negra corre um risco de 64% de ser assassinada, em comparação com outros grupos da sociedade. O homem negro tem risco de 74% de ser assassinado.

    Os dados são do Atlas da Violência 2020, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

    Para estimular o debate público sobre políticas públicas contra o racismo e o preconceito racial, a Universidade Zumbi dos Palmares e a ONG Afrobras promovem a 3ª edição da Virada da Consciência a partir desta terça-feira (17) até domingo (22).

    Neste ano, a Virada da Consciência acontece em formato online, por causa da pandemia da Covid-19, e terá o tema “É Floyds! – Os joelhos invisíveis que estão por aí”, em homenagem a George Floyd, homem negro que foi morto por um policial branco que pressionava seu pescoço, mesmo ele estando desarmado, já detido e dizendo que não conseguia respirar. O caso aconteceu na cidade norte-americana de Minneapolis no dia 25 de maio de 2020.

    “Quais são os ‘joelhos invisíveis’ que estão por aí, que nos sufocam e nos impedem de respirar livremente? É com esse mote que, neste ano, quando se ampliam as discussões em torno do racismo estrutural, diante de tantos Floyds que existem na nossa sociedade, que a Virada vem, com a sua própria voz, amplificar esse debate de forma qualificada. É preciso discutir os caminhos e identificar as formas de superar esse problema. Nós somos e podemos!”, afirma o professor José Vicente, fundador e reitor da Universidade Zumbi dos Palmares.

    Durante a 3ª edição da Virada da Consciência, sete eixos temáticos serão discutidos com uma série de ações sociais e culturais para trazer uma reflexão sobre o racismo e o protagonismo negro. Cada eixo terá conteúdos e programação próprios a serem acessados em suas próprias áreas na plataforma da Virada.

    Os eixos abordados são:

    • Ações da Virada: que colocam em pauta temas como saúde, segurança, educação, movimentos sociais;
    • Troféu Raça Negra (19/11): que premia personalidades negras e àqueles que lutam por uma sociedade com igualdade racial;
    • FlinkSampa (19 e 20/11): Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra;
    • Festival Afrominuto (20/11): concurso de vídeos com duração de até 1 minuto produzidos por estudantes da rede pública do Estado de São Paulo;
    • Seminário Internacional da Consciência Negra (18 a 20/11);
    • Jornadas da Diversidade (18/11): organizada pela Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial;
    • BlackTekFest (18 a 20/11): feira de experiências tecnológicas que vai reunir ciência e tecnologia com empreendedorismo.

    “Durante os seis dias de evento, gratuito e livre, o público poderá acompanhar bate-papos ao vivo, apresentações de músicas, mesas literárias, lançamentos de livros, oficinas, painéis acadêmicos, workshops, keynotes, exibições de filmes e muito mais”, informou a organização do evento.

    A programação completa está disponível em: www.viradadaconsciencia.com.br


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas