13.2 C
São Paulo
segunda-feira, 27 junho, 2022
Mais

    Unidade móvel do Centro de Cidadania LGBTI oferece serviços em estações da Linha 5-Lilás

    Mais lidas

    O objetivo é dar suporte a pessoas que sofrem violência, exclusão social e ficam à margem da sociedade e do mercado de trabalho


    Como forma de apoio às ações de respeito à diversidade sexual e no combate à LGBTIfobia, a ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás, cede espaço em suas estações, em setembro, para a prestação de serviço das unidades móveis dos Centros de Cidadania LGBTI, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.

    A van que faz parte dos Centros de Cidadania LGBTI e que compõem a rede de serviços da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania – Coordenação de Políticas para LGBTI+, da Prefeitura de São Paulo, estará nas estações e dias:  16 (Estação Capão Redondo), 17 (Estação Vila das Belezas), 22(Estação Campo Limpo) e 29 (Estação Vila das Belezas), entre 11h e 16h em todos os respectivos dias.

    Dois articuladores sociais atenderão o público. A iniciativa tem por objetivo apresentar as atividades oferecidas nos centros. Entre essas estão atendimento a vítimas de violência, agressão ou discriminação por causa da orientação sexual ou identidade de gênero, com encaminhamento, quando necessário, para os serviços de assessoria jurídica, psicológica ou social; e ações para inclusão em programas de elevação de escolaridade e inserção no mercado de trabalho. Também serão distribuídos folhetos sobre infecções sexualmente transmissíveis.

    O Centro de Cidadania LGBTI é um serviço vinculado à Coordenação de Políticas para a Comunidade LGBTI e à Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo, gerido pela UNAS – União de Núcleos, Associações dos Moradores de Heliópolis e Região

    “Essas ações visam dar suporte às pessoas LGBTI+, vítimas de preconceito e discriminação, buscando transformar a vida dessa população que, muitas vezes, não tem apoio nem da própria família”, diz Cássio Rodrigo, coordenador de políticas para LGBTI+ da prefeitura.

    “Damos todo apoio a iniciativas como essas em nossas estações”, diz Juliana Alcides, gerente de Comunicação e Sustentabilidade das concessionárias. “Além de oferecer um transporte seguro, incentivamos ações que abordem a inclusão e colaborem para reduzir o preconceito e a vulnerabilidade da população LGBTI”, completa.


    SUGESTÕES DE PAUTA: reportagem@gruposulnews.com.br

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas