Sabesp planeja despoluir córregos da Zona Sul até 2022 no projeto do “Novo Rio Pinheiros”

1
459

O primeiro córrego a receber obras de melhoria será o Zavuvus, que deságua no Rio Jurubatuba e vai beneficiar 173 mil moradores de Santo Amaro e Capela do Socorro

 

O córrego Zavuvus, localizado entre os bairros de Santo Amaro e Capela do Socorro, será o primeiro a receber obras do projeto “Novo Rio Pinheiros”, realizado pela Sabesp, com o objetivo de despoluir 25 córregos até 2022 e, assim, “devolver o rio limpo para a população”.
A Sabesp tem a expectativa de melhorar a qualidade da água do córrego Zavuvus em dois anos e meio e, também, retomar a vida aquática do local. Cerca de 173 mil moradores da região serão beneficiados com as obras.
O investimento no Zavuvus está orçado entre R$ 85 milhões e R$ 94 milhões, sendo que, o Governo do Estado de São Paulo vai investir aproximadamente R$ 1 bilhão em ações socioambientais para engajar a população na recuperação dos cursos-d’água. Próximo à Estação Jurubatuba da CPTM, haverá um espaço dedicado à palestras e mostras com temas ambientais.
Assim como o Zavuvus, que tem 7,8 km de extensão e deságua no Rio Jurubatuba (um canal do Pinheiros próximo da Represa Guarapiranga), outros córregos estão no projeto: Morumbi, Alto de Pinheiros, Socorro, 9 de Julho, Uberaba, Água Espraiada, Cordeiro, Chácara Santo Antônio, Santo Amaro, Pedreira, Jaguaré, Vila Hamburguesa, Pirajussara, Boaçava, Jockey/Cidade Jardim, Bellini, Cachoeira/Morro do S, Corujas, Ponte Baixa, Rebouças, Sapateiro, Traição, Pouso Alegre e Poli.
O projeto “Novo Rio Pinheiros” vai adotar tecnologias em áreas de habitações irregulares com a implantação de estações especiais para tratar a vazão de esgoto do próprio curso-d’água, que hoje é lançado nos córregos. No total, 3,5 milhões de pessoas que moram nas imediações do Novo Rio Pinheiros serão beneficiadas diretamente com o projeto.

 

__
FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]
- Patrocinado -

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.