Romaria Santamarense Feminina realiza 2º Poeirão 3VS de 2019

0
351

O poeirão reuniu santamarenses em uma corrida de equinos e muares que premiou os amadores do esporte com cheques de até R$ 1000

Por Alexandre Maretti

 

A banda sertaneja Carreiro e Capataz se apresentou durante o evento
No dia 20 de julho foi realizado o 2 º Poeirão 3VS 2019, no clube ADC Eletropaulo, no bairro de Interlagos. O evento contou com a presença do padrinho do evento, o vereador Ricardo Nunes, da cantora baiana Katê e da banda sertaneja Carreiro e Capataz.
As organizadoras do poeirão: Vanessa Kimpinski, Maria Rodrigues, Simone Carmo e Vanessa Resende
O poeirão foi organizado por 4 mulheres, todas nascidas em Santo Amaro: Vanessa Kempinski, presidente; Vanessa Resende, Simone Carmo e Maria Rodrigues, auxiliares; todas integrantes do grupo das 3VS, uma comissão criada para organização das romarias santamarenses feminina, que incluem eventos característicos da cultura sertaneja e tradição caipira. Um desses eventos, além das romarias, é o poeirão. Inicialmente, o grupo era formado por três Vanessas, havendo posteriormente uma sucessão de integrantes.
O Poeirão 3VS, uma corrida de equinos e muares que consiste em provas de várias modalidades (15) para amadores do esporte, tem as características das oficiais, mas sem suas formalidades. “Quisemos trazer pra Santo Amaro um poeirão com a nossa cara: bruto, mas com aquela coisa delicada que a mulher tem. Então esse é o segundo ano, com muita gente de fora, criadores de fora e de outros municípios. A gente quer mostrar que Santo Amaro existe e nós, Santamarenses, somos o maior polo de criação de cavalos no Estado de São Paulo, e tínhamos que mostrar a nossa força, estava na hora. Com a romaria feminina a gente conseguiu”, afirmou Vanessa Kempinski.
Felipe Siqueira e Dalva Marques foram os escolhidos para o julgamento dos animais
Para a prova, os cavalos são separados por tipo de marcha, por idade e por sexo. Foram contratados dois juízes para julgar os melhores animais de cada categoria nas provas das modalidades com duração de 1 hora. Felipe Siqueira e Dalva Marques foram classificados para o julgamento dos animais. Os juízes avaliam o andamento, a posição da cabeça e a regularidade de marchas, que se classificam em marcha aplicada, marcha diagonal e marcha troteada.
No final da prova, cada modalidade recebeu uma premiação: para o 1º colocado, um cheque no valor de R$ 1000; para o 2º lugar, um cheque no valor de R$ 600 e, para o 3º lugar no ranking, um cheque de R$ 300.
Vereador Ricardo Nunes, Simone Carmo, a cantora Katê e Vanessa Kimpinski
O vereador Ricardo Nunes ressalta a importância do evento na região, da preservação da tradição e do esforço das pessoas envolvidas no projeto “de fazer essa atividade sem deixar isso morrer, é uma coisa de Santo Amaro, da região Sul. Você ter essas atividades com os cavalos, shows, famílias participando dos eventos, a costela de chão, ou seja, são ações que a gente precisa ter a consciência da importância de manter essa tradição. Me sinto muito orgulhoso de ser o padrinho desse evento, de poder ajudar as meninas a organizarem, é algo maravilhoso, várias famílias com crianças, as pessoas com seus cavalos, quem não tem cavalo põe seu chapéu, tá junto com sua bota, ou se não tá com sua bota tá no meio da família por gostar dessa questão do sertanejo, do caipira, da coisa da terra”, finalizou.

 

História
Há 20 anos, Vanessa Kempinski chegou a frequentar rodeios em Santo Amaro por influência de seus familiares, que posteriormente foram proibidos, no município de São Paulo, de participar de todas as provas, festas, coisas tradicionais do meio. “Então a gente quis resgatar a tradição. Não quisemos deixar morrer”, explicou Vanessa. As provas acontecem no Brasil inteiro. Santo Amaro é apenas um dos vários polos espalhados pelo país.
“Nesse meio muito machista, a gente conseguiu inserir a mulher, porque era esse o foco: mostrar que é um ambiente familiar, pra todo tipo de pessoa, que não tem essa de ser particularmente masculino, tem que mostrar que a mulher está aqui. E com esse poeirão conseguimos um respeito muito grande dos homens. Nós não temos pretensão nenhuma de ser um grupo exclusivamente feminino, homens também participam da comissão”, diz.

 

__
FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]
- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.