Restaurantes self-service da Zona Sul cobram preços elevados, revela pesquisa

0
400

Segundo o Procon-SP, a média de preço nos restaurantes self-service, por kg, na capital, é de R$ 52,98, enquanto os estabelecimentos que cobram preço fixo estão na faixa dos R$ 28


Um levantamento do Núcleo de Inteligência e Pesquisas da Escola de Proteção e Defesa do Consumidor do Procon-SP, revela que a média de preço nos restaurantes self-service, por kg, na capital, é de R$ 52,98. Já a média de preço nos restaurantes self-service, com preço fixo, é menor: R$ 28,06. No geral, em toda a cidade, os preços podem variar até 19,56%.

O levantamento teve como base pesquisas feitas em 350 restaurantes da capital, sendo 105 restaurantes na Zona Oeste, 92 na Zona Sul, 64 na Zona Leste, 54 no Centro e 35 na Zona Norte.

Por quilo, os restaurantes self-service do Centro são os mais caros: R$ 56,96, em média. Em seguida, vem a Zona Oeste (R$ 55,62), Zona Sul (R$ 51,37), Zona Leste (R$ 48,95) e Zona Norte (R$ 47,63).

Os restaurantes self-service com preço fixo são mais caros na Zona Sul (R$ 32,03), na Zona Leste (R$ 27,88), no Centro (R$ 27,64), na Zona Oeste (R$ 26,81) e na Zona Norte (R$ 21,16). Entre o mais caro e o mais barato há uma diferença de R$ 10,87.

“Constatou-se que 60% da amostra da pesquisa foi composta por estabelecimentos que vendiam apenas por quilo, 15% apenas preço fixo e 25% por quilo e preço fixo”, esclarece o Procon-SP. Em todas regiões a refeição por quilo predomina, mas com percentuais diferenciados: 47% dos restaurantes self-service da Zona Sul servem comida por kg, 31% servem por kg e a preço fixo, e 22% apenas com preço fixo.

De acordo com o Procon-SP, “o consumidor deve sempre avaliar o preço aliado à qualidade oferecida. Não pode ser cobrada taxa de desperdício do consumidor que deixar sobras de refeição em seu prato. Os estabelecimentos que oferecem refeições por quilo não podem: a) informar o preço apenas ao equivalente a 100g; b) deixar de informar o valor da tara (peso do prato); c) veicular informação que não corresponda ao valor mostrado na balança”.


FALE COM A REDAÇÃO
Sugestões de pauta, envie email para: [email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.