15.5 C
São Paulo
quinta-feira, 26 maio, 2022
Mais

    Relatório da CET revela que quatro em cada 10 vítimas do trânsito morrem perto de casa

    Mais lidas

    Das 849 vítimas fatais no acidentes de trânsito no ano passado, 322 pessoas moravam a menos de dois km do local do acidente

     

    Um cruzamento de dados da Secretaria Municipal de Saúde com o Relatório Anual de Acidentes de Trânsito 2018, feito pela CET, revela que “quatro em cada 10 mortes em acidentes de trânsito na cidade de São Paulo, em 2018, ocorreram a menos de dois quilômetros da casa da vítima”.
    Levando em consideração o total dos dados, de 849 vítimas fatais no acidentes de trânsito, 322 pessoas moravam a menos de dois km do local do acidente, um total de 38% das vítimas.
    Essa foi a primeira vez, desde 1979, que dados da CET e deste órgão da Prefeitura são comparados a fim de “aprimorar as políticas públicas de segurança na mobilidade, por meio do acesso a dados como o local do acidente em relação à casa da vítima e os custos hospitalares com a internação”, informa a Prefeitura.
    Detalhes do cruzamento indicam que 50% das vítimas fatais era pedestres, 37% ciclistas, 35% condutores do veículo/passageiros e 27% motociclistas. Além disso, pela primeira vez a quantidade de motociclistas mortos ultrapassou o número de pedestres atropelados em casos fatais: em 2017, foram 331 pedestres e 311 motociclistas, contra 349 pedestres e 366 motociclistas, em 2018. Do total dos motociclistas mortos, 58 (16%) não moravam na capital e 78 (22%) dos 349 pedestres tinham mais de 60 anos.
    Contudo, o número de ciclistas mortos diminuiu: foram 19 vítimas em 2018, contra 37 no ano anterior, uma redução de aproximadamente 50%.
    Sobre o custo hospitalar com as vítimas, foi observado que 236 pessoas (28%), das 849 vítimas fatais, morreram no local da ocorrência ou a caminho do hospital. Do restante, 158 vítimas foram internadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
    O custo médio de internação, por quatro dias, para os pedestres que morreram, foi de R$ 3.876, sendo R$ 174.418 o custo total. Já os motociclistas que ficaram hospitalizados por dois dias, o custo médio foi R$ 4.347 por vítima fatal.
    - Patrocinado -

    Leia mais

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    - Patrocinado -

    Últimas