Prefeitura realoca dinheiro para obras em pontos de ônibus e ciclovias da Zona Sul

0
24

O investimento na malha cicloviária e em pontos de ônibus de toda a cidade faz parte de um crédito adicional de R$ 144,4 milhões de diversas áreas. Na Zona Sul, estão previstas obras de requalificação na Estrada de Itapecerica e ampliação de ciclofaixas na Av. Indianópolis, Av. Carlos Caldeira Filho e outras vias. Para o Largo 13 de Maio, em Santo Amaro, está previsto o redesenho urbano com foco na segurança viária


As paradas e faixas exclusivas de ônibus, que recebem muitas reclamações da população por falta de manutenção, foram as áreas escolhidas pela Prefeitura de São Paulo para receberem mais R$ 9,7 milhões para obras de ampliação, reforma e requalificação.

Esse investimento foi publicado no Diário Oficial do último sábado (13) e faz parte de um crédito adicional de R$ 144,4 milhões de diversas áreas que também remanejou R$ 31,1 milhões para a ampliação, reforma e requalificação de ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas.

Dias antes, em 10 de março, a Prefeitura já havia destinado cerca de R$ 11 milhões para a requalificação de 17 paradas de ônibus, recurso que veio da alteração do Plano Anual de Aplicação 2021 do Fundo Municipal de Desenvolvimento Urbano, aprovado pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento.

Na Zona Sul, estão previstas obras de requalificação em pontos de ônibus das seguintes vias:

  • Av. Guido Caloi
  • Estrada de Itapecerica
  • Estrada do M’Boi Mirim

Sobre a ampliação da malha cicloviária, na Zona Sul, estão previstas a implantação de ciclovia/ciclofaixa nas seguintes vias:

  • Av. Indianópolis
  • Av. Miguel Yunes
  • Av. das Nações Unidas
  • Estrada do Alvarenga
  • Av. Carlos Caldeira Filho
  • Av. José Maria Whitaker
  • Av. República do Líbano
  • Av. Eng. Armando de Arruda Pereira
  • Rua Sena Madureira com a Av. Ibirapuera
  • Av. Sargento Lourival Alves de Souza com a Av. Eng. Alberto de Zagottis

Projetos de redesenho urbano para a segurança viária estão previstos para as seguintes regiões da Zona Sul:

  • Largo 13 de Maio, em Santo Amaro;
  • Estrada de Itapecerica, no Campo Limpo;
  • Av. Senador Teotônio Vilela, em Interlagos;
  • Av. Belmira Marin, em Interlagos;
  • Av. Guarapiranga, no M’Boi Mirim;
  • Av. Interlagos, em Interlagos.

Desde dezembro de 2019, a Prefeitura entregou cerca de 158 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas, algumas delas na Zona Sul, como nas ruas Leopoldo Couto de Magalhães e Prof. Geraldo Ataliba, no Itaim Bibi; e na Rua Antônio Ramos Rosa, no Jardim São Luís.

Então, a cidade de São Paulo chega a 661 km de malha cicloviária. “Há previsão de ampliação da malha com a construção de mais 300 km de ciclovias e ciclofaixas, até 2024, aproximando a rede cicloviária da cidade dos 1.000 km de extensão”, informou a Prefeitura.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.